Início Região Serrana Fundação Cultural de Serrana receberá o espetáculo 'Viola Enluarada'

Fundação Cultural de Serrana receberá o espetáculo ‘Viola Enluarada’

- continua após a publicidade -

Na noite da próxima sexta-feira (8), a Fundação Cultural de Serrana receberá, gratuitamente, o espetáculo “Viola Enluarada”.

O concerto, criado em 2014, já se apresentou em diversas cidades do interior paulista e chega agora à Serrana. Com produção de Cia. Minaz de Ribeirão Preto, o grupo é formado por um octeto vocal, um quinteto de cordas, flauta, violão, acordeão e percussão.

Na oportunidade, o público presente poderá apreciar músicas importantes do repertório nacional.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O espetáculo terá início às 20h e será realizado no Teatro da Fundação Cultural de Serrana, que fica localizada na Rua Barão do Rio Branco, 339.

Às 19h, a entidade promoverá, também em sua sede, um workshop gratuito sobre o funcionamento das vozes cantadas e dos instrumentos de cordas e sopros. Para se inscrever, é preciso ir até a secretaria da Fundação Cultural de Serrana.  

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Avenida Antônia Mugnatto Marincek recebe novas adequação

Via foi duplicada em mais de quatro quilômetros, recebeu ciclovia, cerca de 50 pontos de acessibilidade e nova sinalização

Construção da UPA do Ribeirão Verde tem local definido

A área institucional com 7.107 metros quadrados, além de melhor localizada, atende os requisitos necessários para construção da unidade de saúde.

INSS divulga calendário de pagamentos de benefícios em 2021

A autarquia divulgou o calendário de depósitos para todo o próximo ano.

Ministério vai buscar vacina de excelência, diz Pazuello no Congresso

Ele reafirmou que a população não será obrigada a se imunizar contra Coronavírus

Após 40 anos USP busca voluntários para testar vacina contra HIV

Estudo é desenvolvido em cooperação com instituições de outros países, 32,7 milhões morreram com a doença.