InícioRegiãoSerrana'Bom de Nota, Bom de Dança - Serrana': missão dos livros

‘Bom de Nota, Bom de Dança – Serrana’: missão dos livros

- continua após a publicidade -

O “Bom de Nota, Bom de Dança” possui uma metodologia que avalia seus alunos em três esferas: escola, projeto e lar. Com esse critério, a iniciação propõe a concretização de quatro missões sociais e, ao seu final, uma premiação ao grupo vencedor. A missão concedida aos participantes para este mês, consiste na busca por doações de livros. O intuito da atividade é estimular a leitura na comunidade dos alunos, a cooperação, solidariedade e o respeito.

Os professores do projeto orientaram os alunos para escolherem materiais com temas diversos e que podem ser adquiridos através de doações, com a finalidade de criar uma feira de livro. A exposição será realizada nos dias 29 e 30 de maio, no Parque Municipal Bela Fonte.

A educadora do programa, Elisângela de Moura Machado, comenta sobre a importância da atividade.

“Ler é um dos mecanismos que te leva a ter conhecimentos. A leitura além de favorecer o aprendizado também aprimora a escrita. Estamos ajudando na evolução dessas crianças para que elas adquiram um hábito de leitura e possuam uma formação acadêmica melhor”, afirma.

Sobre o projeto

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A metodologia da iniciativa, desenvolvida pela Associação Pró-Esporte e Cultura (APEC), busca levar aos alunos uma nova perspectiva de mundo, incentivando e integrando-os, tanto nos estudos como na dança. Entre os objetivos do projeto também está a promoção de melhorias no desempenho escolar.

As aulas ocorrem às segundas, terças, quartas e quintas-feiras, nas EMEFs Elizabeth Sahao e Prof. Edesio Monteiro de Oliveira.

O projeto é realizado com recursos de incentivo fiscal da Pedra Agroindustrial via Programa Nacional de Apoio à Cultura (PRONAC), com o objetivo e missão de levar e fomentar a cultura na cidade, em parceria com a educação.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020

Dirigente do Botafogo esquece a tradição e coloca o time entre os da várzea

Agora a torcida vai precisar trocar os bumbos e tambores por rosário, bíblia e agua benta, se não quiser estar ao lado do Leão

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
- PUBLICIDADE -