Início Região Pitangueiras Prefeitura Municipal de Pitangueiras e Ibitiúva realiza 1° mutirão de laqueadura

Prefeitura Municipal de Pitangueiras e Ibitiúva realiza 1° mutirão de laqueadura

- continua após a publicidade -

A Prefeitura Municipal através da Secretaria da Saúde iniciou neste mês de setembro o 1° mutirão de laqueadura e cirurgias eletivas em Pitangueiras.

Inicialmente o mutirão que se estenderá até outubro esterilizará 30 mulheres que aguardam na fila pelo procedimento há mais de um ano.

As cirurgias serão realizadas no próprio município, graças a uma incrível parceria entre a Secretaria da Saúde com a Santa Casa local, os Ginecologistas: Dra. Cátia Abdalla Mônaco, Dr. Maeda e Dr. Aldaécio Pereira da Silva e o anestesista Dr. Toshio.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O procedimento de laqueadura é um método contraceptivo definitivo e consiste na interrupção da comunicação entre as tubas uterinas, impedindo a descida do óvulo e a subida do espermatozoide para o útero durante o ato sexual, evitando assim a fecundação e consequentemente a gravidez. A laqueadura não altera o ciclo menstrual nem os níveis hormonais femininos. A cirurgia é indicada a mulheres acima de 25 anos que já tenham ao menos 2 filhos vivos e que façam parte do planejamento familiar.

Vale ressaltar que a ligadura de trompas não é um método anticoncepcional, para isso a saúde de Pitangueiras e Ibitiúva disponibiliza gratuitamente camisinhas masculina e feminina, anticoncepcionais injetáveis e orais e Dius.

O planejamento familiar é um programa do município que atende a lei federal n° 9263/96 que viabiliza o acesso à informação e métodos contraceptivos, propiciando ao casal ou paciente o direito de optar pela quantidade de filhos que desejam ter e quando tê-los. O programa compreende vários profissionais envolvidos, tais como: assistentes sociais, psicólogas, agentes comunitários, enfermeiros, médicos ginecologistas e anestesista. Cada profissional fazendo seu melhor em prol da saúde e do bem estar do paciente e sua família, e o melhor, tudo custeado pelo SUS.

Para a Assistente Social Débora Daniela Lima, responsável por implantar o programa no município em 2008 o mutirão foi um grande investimento da Secretaria da Saúde, pois permite que as mulheres possam realizar a laqueadura aqui mesmo, favorecendo a proximidade do atendimento e do domicílio. Esse mutirão também garante um direito social e de saúde tanto para a mulher quanto para o casal, já que o principal foco do planejamento é dar mais qualidade de vida à família e construir uma sociedade justa e socialmente responsável. Para nós assistentes sociais da saúde é uma vitória contemplar a alegria delas em conseguir realizar a cirurgia, finaliza Débora.

Além das laqueaduras, outras cirurgias de pequeno porte também estão sendo realizadas na Santa Casa de Pitangueiras, que está disponibilizando toda uma equipe para a realização.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Militares da reserva, duríssimo ataque ao STF e alertam para guerra civil (veja a íntegra do documento)

Chega! Juiz que um dia delinquiu – e/ou delinque todos os dias com decisões arbitrárias e com sentenças e decisões ao arrepio da lei

Bolsonaro confirma estender auxílio emergencial

Haverá uma quarta parcela da ajuda e que talvez ocorra até mesmo um quinto pagamento.

Empresária revoltada acusa PM de Camilo Santana (PT) de obrigá-la a entregar a bandeira do Brasil (veja o vídeo)

Segundo a mesma, coagida, ela acabou aceitando a solicitação do policial militar.

Quem nega o coronavírus e apoia o Governo é psicopata?

Quem está nessa dualidade sempre irá enxergar e entender o seu grupo como o correto, o bom e o belo

Médica desiste após um plantão: “Aquilo é um CTI de fachada”

Médica anestesista Priscila Eisembert denuncia que faltam medicamentos e exames para os pacientes.
- PUBLICIDADE -