Início Região Pitangueiras “Conquistas para se orgulhar” é tema de celebração do aniversário de Pitangueiras

“Conquistas para se orgulhar” é tema de celebração do aniversário de Pitangueiras

Algumas das mais recentes conquistas de Pitangueiras e Ibitiúva dos últimos anos são:

- continua após a publicidade -

 Orgulhar” é tema de celebração do aniversário de Pitangueiras

A campanha publicitária intitulada “Conquistas para se orgulhar” dá o tom do momento em que são comemorados os 161 anos de Pitangueiras e o Centenário de Ibitiúva.

E para celebrar essa nova fase da cidade, de junho a dezembro serão mais de 60 dias de eventos que constam no calendário de atividades educacionais, culturais, esportivas, de lazer e de entretenimento do município. A programação completa dos eventos até dezembro estão disponíveis neste site: www.pitangueiras161anos.com.br

“Com muito orgulho anunciamos que Pitangueiras e Ibitiúva vivem um novo momento na sua história. Aumentamos significativamente os investimentos em saúde, educação e infraestrutura. Já a obra da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) significa um verdadeiro salto evolutivo em níveis de desenvolvimento. Por isso neste aniversário temos realmente muitas conquistas para se orgulhar”, destacou o prefeito Marcos Aurélio Soriano.

SHOW DE ANIVERSÁRIO COM BRUNO E MARRONE

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Para comemorar o aniversário de Pitangueiras haverá um show com a dupla sertaneja Bruno e Marrone, na quarta-feira (24 de julho), à partir das 23h30. A apresentação acontece no Largo do Ginásio de Esportes, dentro da 30ª Festa de Peão de Pitangueiras. A entrada será dois quilos de alimentos não perecíveis que serão destinados para o Fundo Social de Solidariedade.

CONQUISTAS PARA SE ORGULHAR

Algumas das mais recentes conquistas de Pitangueiras e Ibitiúva dos últimos anos são:

  • Início da construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Pitangueiras
  • Primeira instituição de Ensino Superior Gratuita de Pitangueiras – Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp)
  • Aumento de 72% no atendimento médico em especialidades
  • Aumento de 64% no fornecimento gratuito de medicamentos
  • Aumento de 63% no repasse mensal para a Santa Casa de Pitangueiras
  • Quase 70 mil metros quadrados de asfalto novo em Pitangueiras e Ibitiúva desde 2017. Mais de R$ 1,6 milhão de investimentos
  • Aumento das atividades esportivas, culturais e de lazer oferecidas para 195 idosos que frequentam o Centro de Convivência do Idoso (CCI)
  • Abertura de quase 500 novas empresas no município desde 2017
  • 850 pessoas físicas e jurídicas recebem consultoria gratuita para os seus negócios mediante parceria entre Prefeitura e Sebrae
  • Aumento na quantidade de eventos esportivos gerou crescimento de 176% no público envolvido
  • Aumento na quantidade de eventos culturais gerou crescimento de 210% no público envolvido

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Você sabe qual motivo e inicio do feriado da Sexta-feira da Paixão?

Qual a relação entre a Páscoa judaica e a cristã? Mesmo tendo o mesmo nome (Pessach), dificilmente as datas coincidem no calendário

Prefeitura reconhece Óticas e empresas de Poda e Jardinagem como essenciais no período de quarentena

Desta forma esses estabelecimentos estão liberados para funcionar no período de quarentena.. As piscinas podem continuar criando dengue?

Globo se nega a participar de uma rede de emissoras em campanha contra o coronavírus

Buscando conscientização sobre coronavírus, Record, SBT e a Band estão veiculando uma campanha conjunta sobre a pandemia. Mas a Globo NÃO. Esta emissora é uma vergonha, e não merece ter a concessão do governo. Alardeiam aos quatro cantos colocando Pânico nos menos avisados, e se negam a oferecer informação conjunta com as demais. Confira os vídeos.

Fonte Covid-19: Pequenos negócios têm queda de 69% no faturamento

Um levantamento realizado pelo Sebrae apontou que 36% desses empresários afirmaram que será necessário fechar os negócios permanentemente

47% dos moradores nas favelas não têm água e quase 15% das famílias não têm sabonete, releva pesquisa

Além da escassez financeira, moradores sofrem com desabastecimento e têm que sair das comunidades para comprar alimentos e itens de higiene
- PUBLICIDADE -