InícioRegiãoJardinopolisJovem desaparecida: Compartilhe ou ligue com informações do paradeiro

Jovem desaparecida: Compartilhe ou ligue com informações do paradeiro

- continua após a publicidade -

Nome: (Náàty)
Cidade residência : Jardinópolis-sp
Cidade desaparecimento : Ribeirão Preto
Bairro : Jd nova aliança
Horário aproximado : 05 horas da manhã
Data desaparecimento : 28/06/17
Roupa : suspeita-se que trajava uma calça lag cor preta , blusa corpete branco e preto , blusa de frio vinho e tênis Mizuno cinza e rosa .

A jovem tem uma queimadura na perna na altura da “batata” de médio porte .

Não possui tatuagens , não possui vícios .

A família esta desesperada sem noticias.

O pai postou:
Minha filha está desaparecida !!
Quem estiver contato com ela me avisem, ou viu ela, está em Ribeirão Preto.. !! Obrigado
Contato : 16 9.9184-1203

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Se você viu ou sabe o paradeiro desta jovem informe imediatamente a polícia via 190 ou 181 , entre em contato com o pai Vanderlei.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Oficinas e cursos gratuitos em Ribeirão Preto

Há oportunidades para atividades de música, dança, teatro, artes plásticas e circenses. Confira vagas por unidade e saiba como fazer a inscrição.

240 oportunidades de emprego em Ribeirão e Sertãozinho

Entre as vagas há opções como ajudante de produção, auxiliar administrativo, motorista, vendedor, cuidador de idosos, padeiro, cabeleireiro e manicure.

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020
- PUBLICIDADE -