Início Região Araraquara Mulher manda matar namorado PM após saber que ele tinha caso com...

Mulher manda matar namorado PM após saber que ele tinha caso com filha dela em Araraquara

- continua após a publicidade -

A Polícia Civil anunciou como crime passional a morte do cabo da Polícia MilitarElias Matias Ribeiro, de 49 anos, que teve o corpo carbonizado em um canavial em Araraquara, no interior de São Paulo.

O corpo foi encontrado no banco da frente de um carro em chamas na madrugada desta terça-feira, 4, junto ao colete balístico, arma, carregador e algema do policial.

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) informou que Ribeiro foi morto a mando da namorada dele, Jaciane Maria, de 40 anos. Ela decidiu matar o namorado após descobrir que ele tinha um caso com sua filha mais nova, de 20 anos.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Segundo a investigação, Jaciane namorava o PM havia cinco meses. No fim de semana, ela teve acesso a um vídeo íntimo do namorado e a filha mais nova. Revoltada com o caso, decidiu matá-lo.

Para o crime, ela contou com a ajuda da outra filha, Larissa Marques, de 22 anos, e de um tio, um pedreiro de 54 anos, que está foragido. Na noite de segunda-feira, a mulher atraiu o policial para sua casa e, enquanto ele dormia, o tio o matou com golpes de marreta. A arma usada no crime foi encontrada na casa dele. A mulher e a filha foram presas na tarde de terça e confessaram o crime.

De acordo com a polícia, a filha ajudou a mãe e o tio a colocarem o corpo da vítima no carro do policial, junto com o colchão ensanguentado. O veículo foi levado a um canavial, próximo à divisa com Américo Brasiliense, e incendiado com o corpo dentro.

Os três suspeitos deixaram o local no carro da filha. Marcas de pneus compatíveis com os do carro dela foram detectadas no local. Para confirmar a identidade da vítima, foi necessário exame de arcada dentária.

As duas mulheres tiveram as prisões temporárias decretadas. Elas foram indiciadas por homicídio qualificado, por motivo fútil, recurso que impediu a defesa da vítima, e destruição do corpo. As acusadas não tinham apresentado advogado até a manhã desta quarta. O tio delas está sendo procurado pela polícia.

O cabo Matias era policial desde 1990 e trabalhava no 13.º Batalhão da PM em Araraquara. Ele era motorista do comandante da unidade e estava a um mês de se aposentar. Durante quase 20 anos ele integrou o Corpo de Bombeiros de São Carlos e, em 2010, foi escolhido o “Bombeiro do Ano”. O comando do 13.º BPM/I de Araraquara divulgou nota manifestando pesar pela morte do policial, “que deixa filhos, familiares e muitas saudades aos amigos e companheiros de trabalho”.

__________________

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia

O total doado pelos EUA até o momento é de aproximadamente R$ 66 milhões. Saudedes do tempo que Brasil enviava dinheiro para Cuba, Venezuela, Nicarágua, Angola

PSL já foi de direita? Frota se une a Lula e convoca guerra

Lula está avisando .Acho que diante das ameaças vamos ter que ir para ruas e vamos p guerra.É hora de unificar e encarar . E marcou @alessandromolon, @CUT_Brasil, @PSL_Nacional, @stedile_mst @GuilhermeBoulos

Capotamento de veículo tira a vida de uma jovem em Taquaritinga

Um capotamento de veículo ocorreu na manhã deste sábado (30), em Taquaritinga, por volta das 9h40, na estrada boiadeira, que liga o...

Militares americanos são enviados à Colômbia em operação antidrogas que tem Maduro como alvo

Maduro, que continua no poder com o apoio dos militares e de países como China e Rússia, considera a operação “um avanço” contra seu país. (Logo veremos a turminha de vermelho por aqui dando chilique)

Caixa abre no neste sábado (30) para saque de auxílio emergencial

Confira a tabela com as datas para os saques e quais agencias estarão abertas em Ribeirão Preto. Todas as pessoas que chegarem às agências até 8h às 12h, serão atendidas
- PUBLICIDADE -