Início Região Araraquara "Desejava matar para ver como é" Adolescente é morta e esquartejada

“Desejava matar para ver como é” Adolescente é morta e esquartejada

- continua após a publicidade -

Na tarde desta segunda-feira (10/06), a estudante Yasmin da Silva Nery, de 16 anos, que estava desaparecida desde o domingo a tarde, foi encontrada morta e esquartejada em Araraquara.

Segundo apurado, a jovem que morava no Jardim Selmi Dei teria saído de casa na tarde de domingo (09/06) para ir ao SESC com um rapaz, de 17 anos, que havia conhecido no dia anterior e não foi mais vista.

A suspeita é que a jovem tenha sido morta e esquartejada em uma residência na Avenida Carlos Francisco Martins, no bairro Jardim Hortênsias.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Detido, o suspeito do crime, indicou a Policia onde estariam os restos mortais da jovem. (Segundo informações da PM, a vítima teve partes do corpo espalhados por três locais de Araraquara)

Em 3 locais distintos foram encontradas partes do corpo da jovem. Dentro de um carrinho de lanches que estava na própria casa, outra parte foi encontrada em uma lagoa próxima ao bairro e também foram localizados restos mortais no bairro Quitandinha, perto da moradia da Unesp.

Em nota a escola onde a jovem Yasmin estudava lamentou a morte e suspendeu as aulas de amanhã, terça-feira (11/06) por luto.

NOTA DA ESCOLA

Tomados de imensa consternação pela notícia do falecimento trágico de nossa aluna, Yasmim da Silva Nery, informamos que todas as atividades do Collegium Sapiens Araraquara estarão suspensas amanhã, terça-feira (11/6), por motivo de luto.

A direção, juntamente com professores, colaboradores e alunos, manifestam profundo pesar pelo ocorrido, formando uma rede de apoio e solidariedade aos pais e familiares.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Militares da reserva, duríssimo ataque ao STF e alertam para guerra civil (veja a íntegra do documento)

Chega! Juiz que um dia delinquiu – e/ou delinque todos os dias com decisões arbitrárias e com sentenças e decisões ao arrepio da lei

Bolsonaro confirma estender auxílio emergencial

Haverá uma quarta parcela da ajuda e que talvez ocorra até mesmo um quinto pagamento.

Empresária revoltada acusa PM de Camilo Santana (PT) de obrigá-la a entregar a bandeira do Brasil (veja o vídeo)

Segundo a mesma, coagida, ela acabou aceitando a solicitação do policial militar.

Quem nega o coronavírus e apoia o Governo é psicopata?

Quem está nessa dualidade sempre irá enxergar e entender o seu grupo como o correto, o bom e o belo

Médica desiste após um plantão: “Aquilo é um CTI de fachada”

Médica anestesista Priscila Eisembert denuncia que faltam medicamentos e exames para os pacientes.
- PUBLICIDADE -