InícioPolíticaO "machista" Bolsonaro sanciona projeto de lei que combate violência a mulher

O “machista” Bolsonaro sanciona projeto de lei que combate violência a mulher

- continua após a publicidade -

Há pouco, nesta segunda-feira (13/5), a senadora Leila Barros (PSB-DF) informou através das redes sociais, que o presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto de lei que permite que delegados e policiais possam aplicar medidas protetivas de urgência às mulheres vítimas de agressão.

“Esse aperfeiçoamento pode salvar um número expressivo de mulheres que são agredidas e ameaçadas diariamente. Meus agradecimentos ao presidente Bolsonaro e às mulheres do Congresso Nacional, principalmente às senadoras que se mobilizaram para aprovarmos o projeto por unanimidade.” escreveu a senadora.

 

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Seleção feminina de futebol bate a Zâmbia e pega o Canadá nas quartas

Invictas na competição, com vitória contra a China na estreia por 5 a 0 e empate com a Holanda por 3 a 3

FMI melhora previsão de crescimento do Brasil, para 5,3% em 2021

Previsão impulsionou estimativa de alta para América Latina e Caribe

Agressor terá que pagar gastos com tratamento a animal vítima de maus-tratos

Lei que responsabiliza autor de agressões a arcar com o custeio de cuidados é sancionada

Vacina: Profissionais de saúde entre 35 e 59 anos segunda dose

Serão disponibilizadas 4 mil vagas para vacinação que acontecerá na terça-feira, dia 3 de agosto

Homem completamente vacinado, voltou da China, ficou no hotel de quarentena e quando saiu descobriram que tinha Covid

Caso ocorreu na Austrália. A diretora de saúde, Jeannette Young, disse que ele teve três testes negativos antes de sair da quarentena.
- PUBLICIDADE -