InícioPolíticaJucá vai se licenciar do cargo de ministro do Planejamento

Jucá vai se licenciar do cargo de ministro do Planejamento

- continua após a publicidade -

O ministro do Planejamento, Romerpo Jucá, disse agora que vai se licenciar do cargo a partir de amanhã (24) até o Ministério Público Federal se manifestar sobre as denúncias contra ele.

“Vamos aguardar a manifestação do Ministério Público com toda a tranquilidade, porque estou consciente qtue não cometi nenhuma irregularidade e muito menos qualquer ato contra a apuração da Lava Jato”,

disse em entrevista.

Jucá anunciou que irá se licenciar do cargo a partir de amanhã e que irá entrar no MPF (Ministério Público Federal) pedindo uma manifestação sobre seu comportamento e irá aguardar a manifestação do MPF sobre o áudio vazado na manhã de hoje.

O ministro voltou a dizer que não deve nada a ninguém e que aguarda “com tranquilidade” a decisão do MPF.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Senador licenciado e primeiro vice-presidente do PMDB, Jucá é alvo de dois inquéritos no STF.
Ele é suspeito de receber propina do esquema na Petrobras.

Em áudio divulgado hoje de manhã pelo jornal Folha de São Paulo, Romero Jucá, sugeriu ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado que uma mudança de governo poderia resultar em um pacto para deter o avanço da Lava Jato.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -