Início Política Geraldo Alckmin é indiciado por corrupção e lavagem de dinheiro

Geraldo Alckmin é indiciado por corrupção e lavagem de dinheiro

Desmoronou e a PF chegou nos tucanos. Ex-governador é alvo de investigação da Lava Jato que apurou a prática de cartel no Rodoanel e no Metrô.

- continua após a publicidade -

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, foi indiciado nesta quinta-feira (16) pela Polícia Federal em investigação da Operação Lava Jato que apura a suposta prática de cartel no Metrô de São Paulo e no Rodoanel. Além de Alckmin, outros dois homens foram indiciados pela operação, também pela suspeita de terem cometidos os crimes de corrupção passiva, falsidade ideológica eleitoral e lavagem de dinheiro, com penas de 3 a 12 anos de prisão.

Além da colaboração premiada, a operação da Polícia Federal também realizou prova pericial nos sistemas de informática do Grupo Odebrecht e analisou extratos telefônicos, documentos e ligações telefônicas.

“Embora eu não tenha sido ouvido, sequer ouvido, vou prestar contas. As minhas campanhas, tanto de 2010, 2014, agora em 2008, foram rigorosamente dentro da lei”, afirmou Alckmin à CNN Brasil.

arquivo
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

O que funciona em Ribeirão Preto na fase amarela?

Confira os horários de funcionamento dos Shoppings, Lojas, academias e Serviços em Ribeirão Preto.

75% dos estudantes estão tristes, ansiosos ou irritados com o confinamento em SP

Pesquisa aponta que os dados da pesquisa são extremamente preocupantes, no tocante à questão psicológica dos estudantes.

Expressão “dor nas costas” bate recorde de buscas na internet

De cada dez pessoas, oito terão dores nas costas ao longo da vida

Nova assinatura do fim da Submissão: Sábado comercio reabre

O prefeitinho capacho agora vem como salvador da pátria e bom moço, mas a população não pode esquecer 120 de humilhação

Bolsonaro assina MP para viabilizar vacina contra covid-19

Pesquisadores do Reino Unido publicaram um artigo confirmando a eficácia da vacina contra COVID-19 que está sendo testada e será produzida no Brasil
- PUBLICIDADE -