Início Política Eleições 2º Turno: Bolsonaro tem 54% dos votos válidos; Haddad, 46%

2º Turno: Bolsonaro tem 54% dos votos válidos; Haddad, 46%

- continua após a publicidade -

Na primeira pesquisa eleitoral do segundo turno, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) lidera a corrida pelo Palácio do Planalto com 54% das intenções de votos válidos.
O petista Fernando Haddad tem 46%.

O levantamento foi feito pela consultoria de pesquisa Ideia Big Data em parceria com VEJA.

A pesquisa ouviu presencialmente 2.036 eleitores das cinco regiões do país entre a última segunda e esta quarta-feira. A margem de erro é de 2,67% pontos percentuais para mais ou para menos. O número de registro no TSE é BR-09687/2018.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Bolsonaro chegou ao segundo turno com a preferência de 46,03% do eleitorado (ou 49,2 milhões de votos). Haddad teve 29,28% dos votos válidos (31,3 milhões de votos).

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Governo amplia vetos na lei que torna obrigatório o uso de máscara

Esses dispositivos vetados pelo presidente Jair Bolsonaro, poderiam ferir a inviolabilidade do domicílio privado.

Comunicado do Sindicato dos Servidores sobre presidente da ACIRP

Estranhamente, o líder empresarial entende que sua classe está sendo atingida por medidas determinadas por Antônio ou por João, mas, por receio ou conveniência, decide combater José.

Secretário do Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo acredita em melhora na economia da região no segundo semestre

No Webinar Avança 016 realizado pela Amcham, Marco Vinholi falou sobre expectativas para a retomada na região

Estado de SP tem queda de mortes por coronavírus pela 2ª semana seguida

Taxa de letalidade também caiu para 5% e é a menor já registrada desde o início da pandemia; dados apontam tendência de achatamento de curva

Com quarentena, varejo e serviços registram os piores resultados para um mês de abril

A estimativa da FecomercioSP é de que, em 100 dias do comércio não essencial de portas fechadas no Estado, o prejuízo tenha chegado a R$ 43,7 bilhões
- PUBLICIDADE -