Início Política Ditadura do judiciário: Justiça de São Paulo determina restrição de acesso a...

Ditadura do judiciário: Justiça de São Paulo determina restrição de acesso a praias durante feriado antecipado

É um verdadeiro surto desenfreado do que se tem chamado de ‘ativismo judicial. Agora temos os deuses no judiciário que estão acima de todos.

- continua após a publicidade -

A Justiça de São Paulo atendeu ao pedido do Ministério Público Estadual para restringir o acesso de turistas a praias do litoral paulista durante os feriados prolongados e determinou a restrição de pessoas entre os dias 20 e 25 de maio.

A decisão abrange os municípios de Itanhaém, Itariri, Mongaguá, Peruíbe e Pedro de Toledo.

Segundo Armando Rovai, professor de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, a decisão da 3ª Vara de Itanhaém atendeu aos princípios que regem o isolamento social, a fim de evitar um contágio em massa do COVID-19.

arquivo

“Sem dúvida que a decisão contribui para conter a propagação do vírus, observando-se, principalmente, a máxima de que a economia e o mercado podem se recuperar; a vida não! “.


O especialista ainda ressalta que é a oportunidade para se refletir acerca do exagerado alargamento das decisões judiciais.

“É um verdadeiro surto desenfreado do que se tem sido chamado de ‘ativismo judicial’.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

É imperativo constitucional que o Poder Judiciário não deve se imiscuir em decisões ou atribuições de outros poderes, bem como, não pode assumir competências que não lhe são suas.

O aludido “ativismo judicial” é uma das perigosas facetas da insegurança jurídica, da falta de previsibilidade e do fator lotérico que insiste em rondar o sistema judicial brasileiro”, finaliza Rovai.

Humberto/SCO/STF

Sobre a Universidade Presbiteriana Mackenzie
A Universidade Presbiteriana Mackenzie está na 103º posição entre as melhores instituições de ensino da América Latina, segundo a pesquisa QS Quacquarelli Symonds University Rankings, uma organização internacional de pesquisa educacional, que avalia o desempenho de instituições de ensino médio, superior e pós-graduação. Possui três campi no estado de São Paulo, em Higienópolis, Alphaville e Campinas. Os cursos oferecidos pelo Mackenzie contemplam Graduação, Pós-Graduação Mestrado e Doutorado, Pós-Graduação Especialização, Extensão, EaD, Cursos In Company e Centro de Línguas Estrangeiras. Em 2020, serão comemorados os 150 anos da instituição no Brasil. Ao longo deste período, a instituição manteve-se fiel aos valores confessionais vinculados à sua origem na Igreja Presbiteriana do Brasil.



Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Ministro da Justiça, I.N de Advocacia, deputados e senadores apresentam repúdio ao ato de censura do STF

O STF na figura do deus todo poderoso Alexandre de Moraes, hoje voltou a praticar censura tão alardeada pela esquerda quando se referia ao Bosolnaro

Covidão vem ai? Desde abril, já foram 16 processos de compras suspensos ou cancelados em Ribeirão Preto

No ano de 2019 todo foram apenas 12 processos cancelados ou suspensos, mas a prefeitura considera normal os casos atuais. Medo?

Confira como serão os critérios da retomada econômica de São Paulo

Doria anuncia 'retomada INTELIGENTE' a partir de 1º de junho, A cidade de Ribeirão Preto se encaixa na fase 2.

deus Alexandre Moraes determina bloqueio das redes sociais de direita

Vários sites e blogs esquerdista foram bancados financeiramente com dinheiro publico e por outras vezes com dinheiro de amigos dos amigos, hoje A PF cumpriu mandados em cinco estados e no DF em uma ação direcionada aos bolsonaristas

Aneel decide que conta de luz não terá taxa extra até dezembro

Medida foi tomada em resposta à crise provocada pela pandemia do coronavírus
- PUBLICIDADE -