Início Política Bolsonaro assina acordos e diz que “Brasil tem mar de oportunidades”

Bolsonaro assina acordos e diz que “Brasil tem mar de oportunidades”

Foram celebrados atos em várias áreas, entre elas defesa e serviços militares; pesquisa industrial, desenvolvimento e tecnologia de defesa; cooperação cultural; e parcerias entre as entidades sauditas e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos

- continua após a publicidade -

No último dia de sua viagem à Ásia e ao Oriente Médio, o presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (30) acordos com a Arábia Saudita e disse que o Brasil tem “um mar de oportunidades” e muito a oferecer aos investidores. “O Brasil está no caminho certo, hoje há uma independência de verdade entre os poderes Executivo e Legislativo, onde cada poder trabalha, mas voltado para o mesmo norte: o desenvolvimento do nosso país”, disse durante participação em um fórum sobre investimentos futuros.

“O Brasil tem um mar de oportunidades. Acredito que nenhum país do mundo tem o que nós temos, com toda a certeza, uma das melhores terras agricultáveis do mundo, que pode garantir aos senhores a segurança alimentar. No tocante à carne também, temos um mercado enorme, cada vez mais nossas plantas frigoríficas ganham certificação internacional”, disse, destacando ainda os juros e a inflação baixos, a queda do desemprego e do risco-Brasil e a aprovação da reforma da Previdência, que “é o remédio que tínhamos que aplicar para que o Brasil sobrevivesse”.

Antes do evento, em Riad, Bolsonaro se reuniu com o Ceo do SoftBank Group, Masayoshi Son, e com o rei da Arábia Saudita, Salman Bin Abdulaziz Al Saud. Foram celebrados atos em várias áreas, entre elas defesa e serviços militares; pesquisa industrial, desenvolvimento e tecnologia de defesa; cooperação cultural; e parcerias entre as entidades sauditas e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Também foi assinado acordo para a facilitação de vistos de viagem para cidadãos brasileiros e sauditas. Os vistos de visitas para os cidadãos dos dois países serão agora de múltiplas entradas, com prazo de validade de até cinco anos, para um período de estada de até 90 dias.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Na noite de ontem (29), Bolsonaro também participou de jantar com autoridades e investidores de diversos países e anunciou a parceria com o Fundo de Investimento Público saudita (PIF), que pode resultar no desenvolvimento de projetos de até US$ 10 bilhões no Brasil.

O presidente deixa hoje Riad, na Arábia Saudita. Ele esteve também no Japão, na China, nos Emirados Árabes e no Catar apresentando as reformas que o governo vem empreendendo na área econômica e as oportunidades de investimentos no país.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Nogueira, Suely e Chiarelli lideram pesquisa eleitoral em Ribeirão Preto

Brancos e nulos ocupam o segundo lugar na pesquisa. Pelo visto a população apoia João Doria e todas empresas fechadas e falta de tratamento precoce.

Pais de Wesley oferecem R$ 5 mil para quem oferecer informações reais

Wesley Filho, de 13 anos, está desaparecido há 60 dias, e pai afirma que recebe trote diariamente de pessoas pedindo dinheiro para “libertar” o filho de “sequestro”

Presidente do TSE defende maior participação feminina na política

Na ocasião, o presidente do TSE defendeu o aumento da participação das mulheres na política. Segundo ele, o Brasil tem “irrisórios” 15% de participação feminina no Congresso Nacional

Organização de networking de negócios amplia atuação para seis cidades da região

Orlândia, Guaíra, São Joaquim da Barra, Jardinópolis, Brodowski e Serrana contarão com unidades do BNI Nordeste Paulista

Minczuk rege 9ª de Beethoven com Sinfônica de Ribeirão Preto e coro no Theatro Pedro II

O concerto vem sendo ensaiado desde março de forma remota pela regente ucraniana Snizhana Drahan. Há três semanas, os ensaios passaram a ser presenciais no Pedro II.