InícioPolíticaApós 2 meses operação Sevandija apreende 134 imóveis e veículos de...

Após 2 meses operação Sevandija apreende 134 imóveis e veículos de luxo

- continua após a publicidade -

R$ 15 milhões bloqueados em contas correntes dos envolvidos além de vários Carros e casas foram bloqueados.
A operação Sevandija, que investiga o maior escândalo de corrupção da história de Ribeirão Preto, já bloqueou ou apreendeu 134 imóveis e veículos, a maioria de luxo.

Os dados constam de um relatório de processos e bens apreendidos pelo Gaeco.

Desencadeada pela Polícia Federal e pela Promotoria em 1º de setembro e apura fraudes em contratos de licitações da prefeitura que somam R$ 203 milhões.

De acordo com o documento, a operação resultou até aqui no bloqueio de 68 imóveis e nas apreensões de 66 veículos —só foram apreendidos veículos com valor de mercado superior a R$ 50 mil.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Dezesseis pessoas foram presas na operação, inclusive ex-secretários da prefeita Dárcy Vera (PSD) -foram soltas após decisões do STJ (Superior Tribunal de Justiça)-, e nove vereadores tiveram os mandatos suspensos por suspeita de envolvimento.

O volume de dinheiro apreendido ou bloqueado em contas correntes chegou a R$ 15,78 milhões, ou 96% de todo o montante envolvido nas seis operações do Gaeco desde o início de 2015 —R$ 16,41 milhões no total.

No cumprimento de 48 mandados de busca e apreensão, a PF apreendeu R$ 320 mil, em três moedas (euros, dólares e reais), além de 12 veículos de luxo. Só em um dos locais, o montante apreendido foi de R$ 160 mil.

SUSPEITA

Grampos que constam da investigação do Ministério Público e da PF indicam que a prefeita supostamente usou a distribuição de cargos, numa triangulação feita com uma empresa suspeita, para comprar apoio político dos vereadores na Câmara.

Nos grampos, autorizados pela Justiça e obtidos pela Folha, Dárcy diz ao ex-secretário de Administração Marco Antônio dos Santos, que foi preso na operação, que vai demitir funcionários terceirizados indicados por vereadores que não votarem conforme seus interesses.

Depois, em delação premiada, o ex-presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Wagner Rodrigues, que foi candidato à Prefeitura de Ribeirão pelo PC do B, disse que a prefeita recebeu R$ 4 milhões em propina.

OUTRO LADO

Darcy Vera prestou depoimento com sigilo em São Paulo por ter foro privilegiado.

Os vereadores que tiveram os mandatos suspensos negam elo com o suposto esquema e afirmam serem inocentes.

 

Com informações de folha/uol

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Seleção feminina de futebol bate a Zâmbia e pega o Canadá nas quartas

Invictas na competição, com vitória contra a China na estreia por 5 a 0 e empate com a Holanda por 3 a 3

FMI melhora previsão de crescimento do Brasil, para 5,3% em 2021

Previsão impulsionou estimativa de alta para América Latina e Caribe

Agressor terá que pagar gastos com tratamento a animal vítima de maus-tratos

Lei que responsabiliza autor de agressões a arcar com o custeio de cuidados é sancionada

Vacina: Profissionais de saúde entre 35 e 59 anos segunda dose

Serão disponibilizadas 4 mil vagas para vacinação que acontecerá na terça-feira, dia 3 de agosto

Homem completamente vacinado, voltou da China, ficou no hotel de quarentena e quando saiu descobriram que tinha Covid

Caso ocorreu na Austrália. A diretora de saúde, Jeannette Young, disse que ele teve três testes negativos antes de sair da quarentena.
- PUBLICIDADE -