Início Policial PF investiga grupo que fraudava auxílio emergencial

PF investiga grupo que fraudava auxílio emergencial

Cerca de 80 policiais estão cumprindo, neste momento, 14 mandados de busca e apreensão.

- continua após a publicidade -

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (18) a Operação Resiliência, em Brasília, com o objetivo de “desmantelar uma “organização criminosa especializada no cometimento de fraudes no auxílio emergencial”, criado pelo governo federal.

Segundo os investigadores, há indícios de que o grupo tem envolvimento com outras práticas criminosas, como tráfico de drogas e fraudes com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e com benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Cerca de 80 policiais estão cumprindo, neste momento, 14 mandados de busca e apreensão. De acordo com a PF, as investigações tiveram início após a identificação de criminosos que recebiam o auxílio, criado com o objetivo de assegurar uma renda mínima para a população durante a pandemia do novo coronavírus, de forma fraudada.

Além de usar os próprios nomes, os suspeitos usavam nomes de outras pessoas para se beneficiar da fraude, dando a elas um percentual do valor recebido.

ARQUIVO

“ Até o momento, cinco pessoas foram presas em flagrante, duas pelo crime de tráfico ilícito de entorpecentes e três por posse ilegal de arma de fogo”, informou a PF em nota.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

*Com informações da Polícia Federal

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

França proíbe linguagem de gênero neutro em escolas

Segundo o Ministério da Educação, a medida atrapalha o aprendizado dos alunos e prejudica as pessoas com deficiência mental

Bruno Covas tem piora, e estado de saúde é considerado muito gravíssimo

Ele está no Hospital Sírio-Libanês, onde está internado desde o dia 15 de abril para tratamento de um câncer.

Covid-19: governo compra mais 100 milhões de doses da vacina da Pfizer

Lote se soma aos 100 milhões de doses adquiridos anteriormente

Justiça de Ribeirão determina que Facebook retire do ar fake news sobre pandemia

Como acreditar na justiça brasileira? Chamam de negacionistas mas são os primeiros a negar informações que não interessam ou que não atendem uma única vertente.

Daerp inicia implantação da nova conta de água na região central

O planejamento é que a nova conta chegue a 30 mil usuários até o final do mês de maio
- PUBLICIDADE -