InícioPolicialDamares faz grave alerta para aumento de estupros contra recém-nascidos no Brasil

Damares faz grave alerta para aumento de estupros contra recém-nascidos no Brasil

Uma única imagem de um bebê sendo abusado, no Brasil, pode custar entre R$ 50 e R$ 100 mil, segundo a ministra.

- continua após a publicidade -

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, participou com o presidente Jair Bolsonaro da live semanal nesta quinta-feira (27).

Ela fez um grave alerta para o aumento da violência sexual contra crianças e principalmente contra bebês.

De acordo com ela, embora os registros do Disque 100 tenham caído 17%, o número de abusos cresceu com o isolamento social, porque a maior parte dos algozes, nesses casos, são parentes e pessoas próximas e os indícios de violência eram identificados principalmente na escola, pelos professores.

Além disso, Damares afirmou que houve aumento no número de estupros a recém-nascidos, mas não informou quais seriam estes números.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Seriam milhões de reais circulando na indústria pornográfica infantil. Uma única imagem de um bebê sendo abusado, no Brasil,  pode custar entre R$ 50 e R$ 100 mil, segundo a ministra.

“E tenho uma notícia triste: no Brasil, já é possível pagar para assistir o abuso de uma criança ao vivo online. Estamos no caos. Não é invenção da direita. E o ministro da Justiça e o nosso ministério vão fazer esse enfrentamento no mundo online. Isso sim são Direitos Humanos”, apontou.

“São milhões de reais nessa indústria pornografia infantil”, acrescentou, afirmando que  o Brasil está produzindo imagens para o mundo todo.

Damares salientou que o governo federal não vai tratar pedofilia como doença ou como algo que se justifique, mas como crime organizado.

“Nós não aceitamos relativizar a pedofilia neste governo. A pedofilia não se relativiza, não se justifica, não se minimiza e não se explica. A pedofilia se enfrenta. Não adianta dizer que nós vamos colocar tudo no quadro de doença. Nós não vamos. Nós vamos enfrentar como crime e crime organizado”, declarou.

A ministra também falou da perseguição que tem sofrido por colocar em debate a pauta do combate à pornografia infantil.

“Tem muita gente que está combatendo a ministra porque não quer ver essa pauta avançar. Nas últimas três semanas eu virei alvo de todos os tipos de perseguição. Atenção, quem está entrando na onda de perseguição à ministra: quem está por trás? Quem está financiando? Essa indústria é rica, mas este governo não tem medo de crime organizado! A gente vai fazer o enfrentamento e nós vamos salvar os bebês (…) Nós vamos pegar todo mundo”, finalizou.

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Contações de histórias compõem a programação do final de semana do Museu Casa de Portinari

Conheça também a faceta poética de Candido Portinari no Pela Janela (25); on-line e gratuita

Terceira via discute impeachment de Bolsonaro como única forma de derrotar Lula

Com economia e empregos em recuperação, falta de escândalos no governo e popularidade nas ruas em alta, os concorrentes enxergam no impeachment a única forma de barrar Bolsonaro em 2022

Olimpíada de Tóquio: saiba quem são os brasileiros favoritos ao ouro

Judô? Vôlei? Natação? Atletismo? Futebol? De onde virão as medalhas de ouro para o Brasil?

Ribeirão Preto já vacinou mais de 50% da população com a primeira dose

Foram 360.962 pessoas imunizadas com a primeira dose, 112.238 com a segunda e 15. 948 com dose única

120 vagas para cursos gratuitos de qualificação com bolsa-auxílio em Ribeirão Preto

São 60 vagas para o curso de Porteiro e Controlador de Acesso e 60 vagas para o curso de Recepção e Atendimento, os dois com duração de 12 dias
- PUBLICIDADE -