InícioPolicialAlef Vieira dos Santos assassino do PM Brama esta vivo ao contrario...

Alef Vieira dos Santos assassino do PM Brama esta vivo ao contrario do que muitos pensavam

- continua após a publicidade -

Foi preso em Pontal Alef Vieira dos Santos “China”, acusado de matar o o Cabo da Policial Militar Roberto Abramovicius o ,  no dia 21 de junho, em um posto de combustível no Ipiranga.
“China” já era foragido da Penitenciária de Tremembé, onde cumpria pena por roubo.

Uma grande operação policial foi montada para a prisão do criminoso.
Segundo informações, China foi preso em Pontal, em uma operação conjunta entre a Polícia Militar com a Polícia Federal, não ouve necessidade do uso de força para prisão.

Surpresa?
Muito se comentou, inclusive em veículos de imprensa que o assassino estaria morto, pelas mãos de policiais, e para surpresa de muito, o mesmo foi encontrado hoje, sem qualquer lesão. O bandido informou que mudou-se varias vezes para não ser encontrado, passando por estados como Minas Gerais e Rio de Janeiro, sem contar cidade do estado de SP.
Fato este que só vem confirmar que apesar de julgamentos, a Policia do estado de SP, é legalista.

O sogro vai para o mesmo presidio:
Além de “China”, o pai da namorada do procurado com nome  José da Cunha Costa de 66 anos, também foi preso, havia um mandado de prisão por envolvimento com caça-níqueis.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O Caso:
PM executado em posto de combustível no bairro Ipiranga.
O policial militar Cb Roberto Pereira Abramovinícius, da 2 Cia, do terceiro batalhão, morreu, 21 de junho.
Ele foi baleado na cabeça em um posto de combustíveis na esquina das ruas Coronel Américo Baptista e Itajubá, no Ipiranga.

Segundo informações, Roberto Pereira Abramovicius que estava prestando serviço na ROCAN, foi executado por um homem que estava a pé na Rua Américo Batista.
O policial morto era muito conhecido na cidade e os mais próximos o conheciam pelo apelido de Brahma.

Ribeirão em Pânico: Após execução de PM ao menos cinco são baleados:
Pelo menos cinco pessoas foram baleadas, nesta quarta-feira (21), em Ribeirão, na mesma região que o PM foi assassinado.
Oficialmente não se confirmam novas mortes, mas áudios enviados por aplicativos dão conta de ao menos duas mortes.

 

 

Novos ataques: Dois são mortos e um ferido por bando encapuzado:

foto arquivo pessoal

Na madrugada do dia 24, novos ataques, resultaram de dois mortos e um ferido, no cruzamento das ruas Itajubá e Rio Negro, próximo a região em que o PM foi morto esta semana.

Segundos informações do sobrevivente, um veiculo parou próximo ao grupo que conversava ao lado de um condomínio e começaram a atirar. O sobrevivente conseguir correr e se esconder em uma casa vizinha, ja outros dois amigos fora atingidos e caíram no mesmo local, morrendo

Elias David da Silva, de 44 anos foi atingido com 06 tiros na cabeça e Adam Pires de Araújo, de 20 anos foi atingido com 04 tiros nas costas, ambos morreram no local, Já Alef Barbosa de Oliveira, 23 anos, foi socorrido para a Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas com ferimentos no braço e nas nádegas.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, não é possível afirmar que há relação com a morte do cabo da Polícia Militar Roberto Pereira Abramovicius, mas essa possibilidade também não foi descartada.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Nova data do Kiss em Ribeirão Preto – Dia 1º de maio de 2022

Os ingressos já adquiridos seguem válidos para a nova data, portanto, não há necessidade de troca ou substituição.

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira

Prazo para o segundo processo seletivo de 2021 termina no dia 6

Oportunidade de 220 vagas de emprego para diversas áreas

De janeiro a junho deste ano, Ribeirão Preto registrou saldo de 6.955 novos registros em carteira de trabalho, ficando na 6º posição no Estado de São Paulo

GCM recebe 20 armas para uso em patrulhamento

Spark permite imobilizar o infrator sem a necessidade de uso de força
- PUBLICIDADE -