InícioPolicial87 quilos de pasta base de cocaína estava em fundo falso de...

87 quilos de pasta base de cocaína estava em fundo falso de caminhão

- continua após a publicidade -

A Polícia Federal receberam a informação de que um caminhão transportando ração animal traria a droga para a cidade. O veículo, com placas de Dourados (MS), foi encontrado num posto de combustível às margens da Rodovia Anhnaguera.

“O trabalho de investigação se concentrou em possíveis locais onde o caminhão encontraria o receptador da droga”,

explicou o delegado Guilherme Biagi.

Pasta base
Foi encontrada com a ajuda de cães farejadores da Polícia Militar, entre eles Aquiles que apontou o fundo falso do caminhão, localizado abaixo do assento do motorista.

“Era um fundo preparado especialmente para o transporte de drogas e outros materiais ilícitos. Ele foi feito com requintes de sofisticação para que com abordagem policial não fosse percebido”,

segundo o delegado.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Os investigadores vão apurar a origem da droga e em quais cidades ela seria distribuída.

“Possivelmente essa droga entrou no Brasil pelas fronteiras mais ao norte do país. Agora a gente vai descobrir o destino final dessa droga. Parte dela era aqui [Ribeirão Preto], mas parte provavelmente não, pelo alto volume”,

disse Biagi.

Dividida em 84 tabletes, a droga estava num fundo falso abaixo do banco do motorista e foi encontrada com a ajuda do cão Aquiles, da Polícia Militar.

Dois veículos modelo Corolla também foram apreendidos na operação – um estaria atuando como “batedor” (realizava o percurso antes do veículo que transportava a droga para checar as condições de fiscalização) ao longo da viagem, o segundo pertenceria ao suposto comprador da droga. O delegado ainda afirmou que possivelmente a droga entrou no país pela cidade de Tabatinga, no Amazonas.

Os três homens foram detidos e ficarão à disposição da Polícia Federal.

Rota da droga
No último dia 28, um dos maiores traficantes do mundo Eduard Fernando Cardoza Giraldo, de 30 anos, havia sido preso pela Polícia Federal em Ribeirão Preto. Eduard Fernando Giraldo Cardoza tem ligações com as Farc, e a polícia norte-americana oferecia US$ 5 milhões pela captura dele.

Conhecido como Boliqueso, ele é um dos líderes da organização narcotraficante Los Urubeños, que atua na Colômbia e é uma das principais responsáveis pela distribuição de cocaína nos Estados Unidos.

Giraldo estava num hotel e foi preso após a Polícia Federal rastrear sua mulher, que teria entrado no Brasil também por Tabatinga (AM). A polícia ainda apura quais eram os contatos do traficante em Ribeirão Preto e no Estado.

Veja aqui a materia da prisão de Eduard Fernando Giraldo Cardoza

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Botafogo encara S. José o frio e gramado sintético no sul

O treinador Argel Fuchs relacionou 20 jogadores para o duelo contra o São José-RS, marcado para este domingo (1º)

Governo estuda aumento do Bolsa Família, diz Guedes

A intenção é que o valor do benefício chegue a R$ 300.

Tribunal de Justiça abre concurso para para 845 vagas de Escrevente

Certame disponibiliza oportunidades entre diversas localidades do estado; veja como participar

Dois lotes de parques municipais serão administrados por iniciativas privadas

Gestão e encerramento do contrato (até cinco anos de contrato com a possibilidade de prorrogação por mais cinco anos).

Ribeirão Preto estende abertura do comércio a partir desta sexta-feira, dia 30

Medida se antecipa ao Plano São Paulo. Veja como ficam os horários.
- PUBLICIDADE -