Início Policial 87 quilos de pasta base de cocaína estava em fundo falso de...

87 quilos de pasta base de cocaína estava em fundo falso de caminhão

- continua após a publicidade -

A Polícia Federal receberam a informação de que um caminhão transportando ração animal traria a droga para a cidade. O veículo, com placas de Dourados (MS), foi encontrado num posto de combustível às margens da Rodovia Anhnaguera.

“O trabalho de investigação se concentrou em possíveis locais onde o caminhão encontraria o receptador da droga”,

explicou o delegado Guilherme Biagi.

Pasta base
Foi encontrada com a ajuda de cães farejadores da Polícia Militar, entre eles Aquiles que apontou o fundo falso do caminhão, localizado abaixo do assento do motorista.

“Era um fundo preparado especialmente para o transporte de drogas e outros materiais ilícitos. Ele foi feito com requintes de sofisticação para que com abordagem policial não fosse percebido”,

segundo o delegado.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Os investigadores vão apurar a origem da droga e em quais cidades ela seria distribuída.

“Possivelmente essa droga entrou no Brasil pelas fronteiras mais ao norte do país. Agora a gente vai descobrir o destino final dessa droga. Parte dela era aqui [Ribeirão Preto], mas parte provavelmente não, pelo alto volume”,

disse Biagi.

Dividida em 84 tabletes, a droga estava num fundo falso abaixo do banco do motorista e foi encontrada com a ajuda do cão Aquiles, da Polícia Militar.

Dois veículos modelo Corolla também foram apreendidos na operação – um estaria atuando como “batedor” (realizava o percurso antes do veículo que transportava a droga para checar as condições de fiscalização) ao longo da viagem, o segundo pertenceria ao suposto comprador da droga. O delegado ainda afirmou que possivelmente a droga entrou no país pela cidade de Tabatinga, no Amazonas.

Os três homens foram detidos e ficarão à disposição da Polícia Federal.

Rota da droga
No último dia 28, um dos maiores traficantes do mundo Eduard Fernando Cardoza Giraldo, de 30 anos, havia sido preso pela Polícia Federal em Ribeirão Preto. Eduard Fernando Giraldo Cardoza tem ligações com as Farc, e a polícia norte-americana oferecia US$ 5 milhões pela captura dele.

Conhecido como Boliqueso, ele é um dos líderes da organização narcotraficante Los Urubeños, que atua na Colômbia e é uma das principais responsáveis pela distribuição de cocaína nos Estados Unidos.

Giraldo estava num hotel e foi preso após a Polícia Federal rastrear sua mulher, que teria entrado no Brasil também por Tabatinga (AM). A polícia ainda apura quais eram os contatos do traficante em Ribeirão Preto e no Estado.

Veja aqui a materia da prisão de Eduard Fernando Giraldo Cardoza

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com time fraco, Botafogo cai para serie C do Brasileiro

Depois de muitos erros de planejamento, contratações e dentro de campo, o Pantera sacramentou o descenso para o andar de baixo

Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano

Apesar de alta na inflação, BC decidiu não mexer na Selic

Signos dizem muito sobre participantes do BBB

Escorpião, Sagitário e Peixes foram os mais recorrentes entre os vencedores; qual será o da vez?

Copersucar oferecer curso online gratuito para formação de empreendedores em Ribeirão Preto

Promovida em parceria com o Instituto Crescer, iniciativa aborda desafios e oportunidades para quem quer ter o próprio negócio; inscrições vão até 15 de fevereiro

No 2º dia do Enem, Anhanguera volta a disponibilizar cupons de Uber para candidatos de Ribeirão Preto

Com voucher de desconto, estudantes poderão ir aos locais do exame reduzindo risco de contágio pela Covid-19 e de atrasos
- PUBLICIDADE -