Início Policial 3 Mortos no bairro do funk da madrugada, do vereador eleito pelo...

3 Mortos no bairro do funk da madrugada, do vereador eleito pelo trafico, com moradores em panifico

“Meu filho antes de morrer ainda disse, mãe deita no chão, se não ele atira na senhora também”. Contou a mãe de uma das vítimas"

Três homens de 22 e 38 anos, foram executados a tiros na noite deste sábado (12), por quatro atiradores no bairro Jardim Progresso, na zona Oeste de Ribeirão Preto.

O bairro é conhecido pelos bailes Funk que começam já na noite de Sexta-feira e continuam por todo o final de semana, causando incomodo aos moradores que precisam acordar cedo e sair para trabalhar.

O local é conhecido também por ter envolvimento de vereador que teve sua campanha patrocinada pelo trafico, e segundo informações o mesmo ajuda a abafar as festas que são regadas a drogas e bebidas, para um publico de muitos menores e adolescentes.

Adenilson Araújo Mota, Ronaldo Alves Santos e Alex Fernando da Silva, estavam em uma residência, em um churrasco, quando foram surpreendidos por atiradores que estavam em um veículo branco, usando colete balístico e tocas ninjas, portando fuzil.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

.

Com parte do HC fechado e forte esquema de segurança, Doriavac inicia vacinação em Ribeirão Preto

A vacinação contra a Covid-19 em Ribeirão Preto começou às 9h desta terça-feira (19), no Hospital das Clínicas, campus.

Inscrições abertas para a Good News Theology School

Escola americana de teologia abre as inscrições de curso à distância para brasileiros.

Redes de varejo e serviços investem e fortalecem o processo de recuperação da economia em Ribeirão Preto

A perspectiva de crescimento da economia em 2021 está impulsionando a ampliação e o investimento de diversas redes de varejo e serviços.

Projeto Música Criança inspira jovens dentro de casa

Alegres pelas aulas não terem sido interrompidas, estudantes confirmam progresso na música e sucesso na adaptação para o formato digital.

MP aponta sobrepreço de R$ 723 mil em compras da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo

Governo de São Paulo teria gasto mais de R$ 700 mil reais acima do valor de mercado em máscaras de proteção sem licitação.