InícioLazer e CulturaTheatro Pedro II comemora 91 anos hoje

Theatro Pedro II comemora 91 anos hoje

Nesta sexta-feira, dia 8 de outubro, o Theatro será iluminado de vermelho e amarelo, cores símbolo de sua arquitetura

- continua após a publicidade -

Quem passa pelo centro de Ribeirão Preto tem a oportunidade de ver a grandiosidade do Theatro Pedro II, considerado o terceiro maior teatro de opera do Brasil. Seu complexo arquitetônico é um dos principais patrimônios culturais e históricos da cidade, sendo referência dos ribeirão-pretanos. Nesta sexta-feira, dia 8 de outubro, o Theatro terá sua fachada iluminada em tons de vermelho e amarelo, cores símbolo de sua arquitetura, para marcar o aniversário de 91 anos de fundação.

“Fazer parte das comemorações de 91 anos do Theatro é reforçar a missão de continuar proporcionando alegria, arte e cultura para a nossa cidade”, explicou Nicanor Lopes, presidente da Fundação Pedro II.

Ainda no mês de outubro, um concerto on-line da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto, no dia 23, reforçará as comemorações de aniversário. No repertório, obras de Astor Piazzola com a regência de Reginaldo Nascimento e participação dos solistas convidados Norberto Vogel e Matias Nieva. A transmissão será nos canais do Youtube do Theatro Pedro II, da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto e da Prefeitura Municipal.

91 anos de história

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Inaugurado em 8 de outubro de 1930, no apogeu do ciclo do café, pelos barões daquela época, cerca de duas mil pessoas assistiram a apresentação do filme “Alvorada do Amor” no Theatro Pedro II que, durante 30 anos, foi o principal polo cultural de Ribeirão Preto.

Entre os anos de 1950 e 1970, o subsolo foi o local dos grandes bailes de carnaval da cidade, além de ser utilizado como sala de jogos, ficando conhecido como “Caverna do Diabo”. O Theatro também contava com passagens secretas utilizadas por membros da alta sociedade que se hospedavam nos hotéis ao lado do prédio.

O declínio do Theatro começou a partir da década de 70, com seu arrendamento. Após uma reforma que descaracterizou totalmente sua estrutura original, se transformou em cinema.

A data de 15 de julho de 1980 jamais será esquecida. Durante a exibição do filme “Os Três Mosqueteiros Trapalhões”, um incêndio devastou o Theatro Pedro II, destruiu a cobertura e comprometeu sua estrutura. No dia 7 de maio de 1982, o prédio foi tombado pelo Condephaat após campanhas pedindo a preservação do patrimônio.

Em maio de 1991, iniciou-se a primeira etapa de restauração e modernização do Pedro II. Na fase de reforma, a cúpula metálica da plateia principal foi reconstruída pela artista plástica Tomie Ohtake, que criou o lustre de cristal “Gota D’água”, além do rebaixamento da caixa cênica em seis metros. A reforma durou cinco anos e o restauro das características arquitetônicas originais recuperaram o Pedro II, ampliando suas funções.

Em agosto de 1996, um concerto da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto com o Coral do Teatro Colón, de Buenos Aires, marcou a reinauguração do Theatro Pedro II com a apresentação da ópera O Guarani e a Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, respectivamente sob regência dos maestros Roberto Minczuk e Isaac Karabtchevsky, além da presença do tenor solista Fernando Portari.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Cerca de 40 mil pessoas não retornaram para receber a segunda dose da vacina contra Covid-19

Dados são Vigilância Epidemiológica, que conclama a população a procurar os postos de vacinação e manter o controle da doença

“Concertos Internacionais” apresenta homenagem a Astor Piazzolla

Concerto será transmitido no dia 23 de outubro, às 19h, como parte das comemorações de 91 anos do Theatro Pedro II

Nogueira quer que você receba agua do Rio Pardo nas torneiras

Hoje a agua do DAERP é do aquífero guarani, uma agua mineral será substituída por aguas do Rio Pardo. Você aprova esta mudança?

Atenção: Alerta para tentativa de golpe contra aposentados

Instituto de Previdência orienta beneficiários a não informar dados pessoais ou bancários

Ditador Moraes manda prender e extraditar Allan dos Santos

Se não estamos vivendo em uma ditadura do judiciário, o que se compara com atitudes destes loucos? Maduro, Chaves, Alexandre de Moraes...
- PUBLICIDADE -