Início Lazer e Cultura Gastronomia Festa Junina: Santa Helena se prepara para comemorações diferentes e fora de...

Festa Junina: Santa Helena se prepara para comemorações diferentes e fora de época

Com sede em Ribeirão Preto, a companhia conta com mais de mil colaboradores e está entre as melhores empresas para se trabalhar

Com a expectativa de festejos virtuais e sazonalidade diferente, a Santa Helena anuncia para 2020 lançamentos e ações que prometem acalentar o coração das pessoas apaixonadas por Festa Junina, considerada uma das mais tradicionais do Brasil.

Apoiada nos sabores mais recorrentes desses festejos, uma das novidades é o relançamento do pé de moleque crocante (com e sem açúcar).

Outro produto que retorna em tempo limitado ao portfólio da companhia é a Paçoquita sabor Pamonha, que junto da Paçoquita Cremosa e da versão com Aveia, são as apostas do ano, em que será lançado o primeiro manifesto #JuntosNaJunina.

A iniciativa é uma forma de enaltecer o poder em unir pessoas que as juninas sempre tiveram e que durante a pandemia migra para o canal virtual, amparado em plataformas de comunicação e redes sociais. Para Tiago Garcia Leal, gerente de marketing e inovação da Santa Helena, indústria de alimentos especializada em produtos à base de amendoim, o festejo é tão forte na cultura nacional que em algumas localidades tende, naturalmente, a se estender até meados de agosto.

arquivo

Agora, a expectativa da empresa é que as comemorações aconteçam no último trimestre do ano.   

“Eventos tradicionais do Nordeste foram remarcados para outubro, caso d’O Maior São João, de Campina Grande, um dos mais importantes do calendário junino. Em 2020, ele terminará só em novembro, mas em junho terá uma edição virtual”, ressalta Leal.

Com essas mudanças, deve ser amenizada a queda nas vendas esperada para o setor, já que é o mais impactado por essa sazonalidade por conta do isolamento social.

arquivo

“Na empresa, fizemos uma revisão das projeções e, diante do cenário atual, esperamos um resultado menor em 10% ao estimado no início do ano. Contudo, acreditamos que as festas juninas acontecerão agora no ambiente virtual e que, no futuro, serão uma oportunidade de reaproximar as pessoas”, pontua.

Outro aspecto favorável à companhia, mas que também pode ser aproveitado por empresas do varejo, é a possibilidade de aquecer as vendas de produtos característicos das festas juninas por meio de lojas virtuais.

arquivo

No Brasil, o e-commerce registrou um boom desde que o isolamento social foi estabelecido.

Prova disso são pesquisas que apontam um crescimento das vendas on-line de vários segmentos, até mesmo de produtos alimentícios, com destaque para os snacks salgados. Na segunda semana de abril, o comércio virtual destes itens registraram um crescimento de 722%, segundo dados da empresa de tecnologia Criteo.

A Santa Helena também já registrou o aumento da demanda. “Lançamos a plataforma de vendas virtual para todo o Brasil no mês passado e, desde então, contabilizamos um aumento de 1.000% nas transações dos mais de 100 produtos disponíveis no canal”, conta Leal.

arquivo

Para os lojistas do varejo tradicional, de acordo com Breno Carvalho, gerente de trade marketing da Santa Helena, uma estratégia para melhores resultados, mesmo nesse momento de maior cautela e economia, é adaptar as execuções à nova trajetória e costumes dos consumidores. “Explorar com capricho a exposição de produtos na entrada e saída da loja é uma forma de impulsar as vendas.

Outra recomendação é ter como estratégia o cross merchandising, ou seja, dispor em um mesmo local itens que tenham relação direta de consumo entre si. Uma boa forma de fazer isso é atrelar os produtos juninos aos de categorias essenciais e de alta procura.”

Apostar nos novos tempos e oferecer praticidade ao cliente, indicam Leal e Carvalho, é uma forma de preservar, na medida do possível, as juninas deste ano, aproveitando o vínculo emocional e cultural desse festejo tão brasileiro.

foto divulgação

Sobre a Santa Helena

Desde 1942, quando foi criada por José Marques Telles, a Santa Helena trabalha para levar aos lares brasileiros e de países como o Japão, Uruguai e Estados Unidos produtos de qualidade e inovadores à base de amendoim, prontos para o consumo.

Atualmente, a empresa mantém um portfólio diversificado e com marcas consagradas, tal como a Paçoquita e o Mendorato, itens que são referência de mercado. Mantém ainda uma linha completa de alimentos saudáveis, a marca Cuida Bem. No total, a indústria tem 160 produtos.

Com sede em Ribeirão Preto, interior do estado de São Paulo, a companhia conta com mais de mil colaboradores e está entre as melhores empresas para se trabalhar e iniciar a carreira, segundo guia elaborado pela Você S/A. Saiba mais acessando www.santahelena.com.

foto divulgação

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

.

Comércio de Ribeirão Preto terá abertura facultativa no feriado municipal de quarta-feira (20)

O SINCOVARP – Sindicato do Comércio Varejista e a CDL Ribeirão Preto – Câmara de Dirigentes Lojistas informam que o comércio terá abertura facultativa na próxima quarta-feira (20)

Projeto Guri abre temporada de matrículas e oferece mais de 18 mil vagas para os polos do interior e litoral do Estado de São...

A manifestação de interesse para novos alunos e alunas do Projeto Guri - maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo - será realizada de 25 de janeiro a 26 de fevereiro

Banhos de limpeza energética para começar 2021 com tudo

Terapeuta e benzedeira Jacqueline Naylah ensina como as ervas, sal grosso, pétalas de rosas e até os cristais podem proteger as energias e proporcionar bem-estar a quem realiza

Daerp tem atendimento online e por e-mail

Usuários podem fazer todos os pedidos pelo site ou buscar informações por e-mail, sem ter que ir ao atendimento presencial

Enem 2020: 51,5% dos inscritos no Enem não comparecem ao exame

Do total de 5.523.029 inscritos, 2.842.332 faltaram às provas