Início Esportes Olimpíadas Tocha olímpica chega ao Brasil nesta terça-feira

Tocha olímpica chega ao Brasil nesta terça-feira

- continua após a publicidade -

Após uma cerimônia no Palácio do Planalto, sede da presidência da República, a lanterna com a chama, que será recebida pela presidenta Dilma Rousseff, acenderá a tocha, que será entregue à bicampeã olímpica Fabiana, que deixa o local às 10h para dar início a um revezamento na cidade de Brasília.

Os 10 primeiros
No primeiro trecho da “volta”, serão dez condutores, que guiarão o objeto por dois quilômetros. O destino da primeira parte da corrida será a Catedral Metropolitana, passando pela Esplanada dos Ministérios. Após passar pelo ponto turístico na capital, a tocha percorrerá um caminho de 116 quilômetros, sendo que, em 37, será carregada por 141 pessoas.

O revezamento inclui uma descida de rapel na Ponte JK pelas mãos de Manoel Costa, policial militar do Distrito Federal, que a passa para o velejador Felipe Rondina. Ele vai de lancha até o Clube do Exército. De lá, a tocha segue em canoa havaiana em direção ao Pontão do Lago Sul, com o canoísta Rubens Pompeu.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Depois, o objeto será colocado em um helicóptero do Exército. De rapel, ele chega ao centro do gramado do estádio Mané Garrincha, onde Haudson Alves entrega a chama para o ex-zagueiro Lúcio, que dará uma volta ao redor do campo.

Posteriormente, o item “passeará” pelo Memorial JK e o Memorial dos Povos Indígenas, conduzida pelo índio Kamukaiká Yawalapíti.

O término do “mini-revezamento” acontece na Esplanada dos Ministérios, onde a pira olímpica será acessa pela ex-jogadora de vôlei Leila, bronze nos Jogos Olímpicos de Sydney (AUS), em 2000. Logo depois, será realizado um show com a presença de Diogo Nogueira e Daniela Mercury.

Após a volta por Brasília, a tocha olímpica ainda visitará 326 cidades em todos os estados do país. O revezamento durará 90 dias, e seguirá até o dia 5 de agosto, abertura da Olimpíada.

Contagem regressiva para a passagem da tocha olímpica por Ribeirão
confira o link com as informações da tocha pela região.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Durante a viagem ao Brasil

“Cada lanterna pode ficar acesa por até 24 horas, com controle do tamanho da chama. Como o voo entre Suíça e Brasil tem apenas 12 horas, teremos tempo suficiente”,

conta Marco Elias, coordenador da equipe de guardiães da chama. Essa equipe tem cinco pessoas e foi treinada especialmente para o revezamento da tocha, para evitar que a chama fosse apagada no meio do percurso. Nove lanternas vão rodar o Brasil, sempre com cinco acesas – uma delas sempre em local protegido. As quatro restantes estão em constante manutenção.

Durante o vôo, dois guardiões, treinados especificamente para os procedimentos aéreos, deverão ficar ao lado das lanternas sempre. “Isso significa que eles terão de se revezar para dormir, para ir ao banheiro, para levantar”,

completa Elias

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Ação do Dia Mundial da Limpeza recolheu 5 toneladas de resíduos sólidos em Ribeirão Preto

Centenas de pessoas participaram do evento. Material recolhido foi encaminhado para destinação adequada

Da ala bolsonarista raiz Rodrigo Junqueira traz o PSL para disputa real a prefeitura

Entenda o que esta em jogo nas eleições de 2020, e quais os reais interesses para o futuro de Ribeirão Preto

O desespero do “Fique em Casa”, impediu a visão dos mais humildes ou desinformados

A politica da "reclusão" do povo, exemplificando o Estado de São Paulo, com a impossibilidade de tratamento antecipado de muitas pessoas, atrapalhou um resultado promissor

O preço do arroz subiu, e agora? Bora substituir o cereal em grande estilo

O chef Melchior preparou uma receita saborosa com um acompanhamento ideal para substituir o arroz e salvar o seu bolso em grande estilo.

Mortes no trânsito sobem na região de Ribeirão Preto

Vítimas fatais aumentam em 17% no mês de agosto segundo o Infosiga SP. Índices reduziram em todo o Estado