InícioEsportesMorre Maria Esther Bueno, maior tenista da história do Brasil

Morre Maria Esther Bueno, maior tenista da história do Brasil

- continua após a publicidade -

Ela estava internada no Hospital Nove de Julho, na capital paulista. Ela não teve filhos. A morte foi confirmada pelo sobrinho de Maria Esther, Pedro Bueno. O velório acontece neste sábado, de 8h às 15h, no salão oval do palácio do governo de São Paulo.

No ano passado, Maria Esther havia retirado um câncer do lábio, mas o tumor se espalhou para a garganta. Ela, então, passou por sessões de radioterapia no Hospital Albert Einstein e apresentou melhora no quadro. Entretanto, a situação se agravou no último mês de abril. Enquanto jogava tênis – hobby que nunca deixou de praticar -, sentiu dores e, de início, pensou se tratar de uma lesão. Mas após uma visita ao médico e novos exames, se descobriu que um novo câncer havia se espalhado por outros órgãos do corpo. A ex-jogadora optou por não fazer quimioterapia. Desde então, ela vinha sendo tratada com imunoterapia. Maria Esther continuava lúcida e, na terça-feira, chegou a assistir ao jogo entre Novak Djokovic e o italiano Marco Cecchinato pelas quartas de final de Roland Garros.

Com 19 títulos de Grand Slam, Maria Esther Bueno é considerada a maior tenista brasileira de todos os tempos, tendo alcançado o posto de número 1 do mundo em quatro temporadas (1959, 1960, 1964 e 1966). Ela conquistou o seu 1º título de Grand Slam em Wimbledon, em 1959, aos 19 anos. Em 1960, ganhou os quatro Grand Slams de duplas ao vencer na Austrália, com Christine Truman, e em Wimbledon, Roland Garros e no Aberto dos Estados Unidos, todos em parceria com Darlene Hard. No total, ganhou 589 títulos ao longo de sua carreira. Ela entrou para o hall da fama em 1978.

Maria Esther Andion Bueno (São Paulo, 11 de outubro de 1939 — São Paulo, 8 de junho de 2018), conhecida como Maria Bueno no exterior, foi uma tenista brasileira, atuante nas décadas de 1950, 1960 e 1970.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Maria Esther jogou, durante todo o ano de 1963, nas duplas mistas com Alessandro Francischini.

Ao longo de sua carreira, Bueno venceu dezenove torneios do Grand Slam (7 na categoria simples; 11 em duplas femininas; 1 em duplas mistas). Segundo a Federação Internacional de Tênis, foi a nº 1 do mundo em 1959, na categoria individual feminina.

O International Tennis Hall of Fame também a incluiu como a melhor tenista do mundo, em 1964 (depois de perder a final no Torneio de Roland-Garros e ganhar Wimbledon e o U.S. Open) e 1966.

Em 1960, ela entrou para a história ao ser a primeira mulher a ganhar os 4 Grand Slams jogando em duplas num mesmo ano (3 com Darlene Hard e um com Christine Truman Janes).

Seu nome está no Livro dos Recordes: A final do US Open de 1964, contra a americana Carole Caldwell Graebner, Maria Esther venceu a partida em apenas 19 minutos.

Famosa pela elegância do estilo de jogo e pela potência do serviço, é a maior tenista brasileira de todos os tempos.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

260 vagas: Empregos em Ribeirão e Região

Veja como se candidatar às vagas de emprego disponíveis para esta semana de maio.

Telemedicina: o que é, como funciona e quais os benefícios?

Foi-se o tempo em que os médicos só podiam consultar presencialmente. Hoje em dia, com a ajuda da tecnologia e da internet, é possível...

Lua de sangue: Veja como acompanhar raro eclipse deste domingo

Previsto para ocorrer no fim da noite, brasileiros terão visão privilegiada de Lua da sangue que só deve ser visto novamente no país em 2025. O que influencia em sua vida?

Sertãozinho 30 anos: A Grande Festa inicia vendas online de ingressos

Atrações já com ingressos disponíveis no site: Maiara & Maraisa, Raça Negra, Barões da Pisadinha, Hugo e Guilherme e Dennis DJ, George Henrique & Rodrigo

Quer receber 11 mil e trabalhar apenas 9 dias por mês? Seja secretario do Nogueira

Gostaria de entender qual a finalidade da câmara de vereadores de Ribeirão Preto. Passaram um cheque em branco com validade de 4 anos para o @nogueira. Faz falta uma câmara assim?
- PUBLICIDADE -