InícioFutebolBotafogoNa raça, Tricolor busca empate em estreia contra Bragantino

Na raça, Tricolor busca empate em estreia contra Bragantino

- continua após a publicidade -

O Botafogo já mostrou em sua estreia na Série C do Brasileiro que não vai faltar raça para buscar o tão sonhado acesso. Na noite deste sábado (13), o Tricolor buscou empate contra o Bragantino, em 2 a 2, com o gol de empate sendo anotado já nos acréscimos da etapa complementar. O duelo foi realizado no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Os primeiros gols do Tricolor na Terceira Divisão do Nacional foram anotados por Gerley e Isaac Prado, em cobrança de penalidade aos 47 minutos do segundo tempo. Vitor marcou os dois gols do Bragantino na partida.

O próximo jogo do Botafogo pelo Campeonato Paulista da Série C será no sábado (20), às 19h30, no Estádio Santa Cruz. Este será o primeiro jogo do Pantera em casa e a diretoria já colocou os ingressos à venda e com promoção especial em homenagem ao Dia das Mães. Todas as mães botafoguenses terão entrada gratuita no estádio desde que compareçam com pelo menos um filho (a) no dia da partida.

SAIBA MAIS: Informações sobre ingressos para Botafogo x Mogi Mirim
O JOGO

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O Botafogo apresentou um futebol de toque de bola e paciência para buscar a melhor jogada desde os primeiros minutos e isso fez com que o time conseguisse o domínio da partida. Mateus Cancian carregou a bola e arriscou chute da entrada da área, mas o gol não saiu devido a grande defesa do goleiro Rafael Pascoal.

A pressão na saída de jogo do time da casa também surtiu efeito e o primeiro gol do Pantera na Série C saiu aos 10 minutos. Gerley fez a intercepção e fez tabela com Vitinho. O lateral recebeu o passe dentro da grande área, bateu cruzado e venceu o camisa 1 adversário.

O Bragantino encontrou muitas dificuldades para progredir com a bola dominada e se viu obrigado a apostar nos chutes de longa distância para tentar surpreender. Em um arremate deste, Vitor finalizou de perna esquerda, a bola desviou no meio do caminho e enganou Neneca, que se esticou todo mas não conseguiu evitar o gol.

Mesmo com o gol sofrido, o Botafogo não se abalou e seguiu melhor na partida. Edno puxou contra-ataque em alta velocidade e deixou Vitinho na cara do gol. O camisa 7 poderia ter concluído, mas preferiu fazer a assistência para Diego Pituca embaixo do gol e a zaga conseguiu afastar.

Na sequência, Vitinho cobrou falta na área e após desvio a bola ficou limpa nos pés de Caio Ruan. O zagueiro dominou, escolheu o canto onde quis bater e mandou a bola na rede, mas pelo lado de fora.

Na etapa complementar, o Bragantino se lançou para o ataque em busca do gol da virada, enquanto que o Botafogo adotou a tática de tentar apostar nos contra-ataques a chance de marcar o segundo gol. Morais escapou pela esquerda e cruzou para Edno, porém antes dele Rafael Pascoal se atirou no chão e interceptou a jogada.

Os donos da casa passaram a crescer no jogo e conseguiram chegar à virada. Wellington fez fila pela direita da defesa botafoguense, invadiu a área e foi derrubado por Caio Ruan. O árbitro assinalou o pênalti e Vitor foi para a cobrança. O atleta não deu chances para Neneca e marcou o segundo gol dele na partida.

O Botafogo não se entregou e conseguiu buscar o empate já nos acréscimos. Isaac Prado foi lançado na área por Gerley e não conseguiu finalizar por que foi calçado pelo marcador. O árbitro marcou novo pênalti e o próprio Isaac Prado se encarregou de balançar a rede em cobrança perfeita.

FICHA TÉCNICA:
Bragantino 2 x 2 Botafogo
Brasileiro Série C 2017 – 1ª Rodada
Local: Nabi Abi Chedid – Bragança Paulista (SP)
Data: 13/05/2017 – Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: José Cláudio Rocha Filho – SP
Assistente 1: Alberto Poletto Masseira – SP
Assistente 2: Evandro de Melo Lima – SP
Quarto Árbitro: Adriano de Assis Miranda – SP

Gols: Vitor, aos 26’/1ºT, e aos 37’/2ºT (Bragantino); Gerley, aos 10’/1ºT, e Isaac Prado, aos 47’/2ºT (Botafogo);
Cartões amarelos: Fabiano e Edson Sitta (Bragantino); Mateus Cancian e Isaac Prado (Botafogo);

Bragantino
– Rafael Pascoal; Kellyton, Gilberto, Guilherme Mattis e Fabiano; Adenilson, Edson Sitta, Wellington (Daniel Pereira) e Rafael Chorão (Daniel Carvalho); Roberto Pitio (Matheus) e Vítor. Técnico: Alberto Félix.

Botafogo –
Neneca; Carlos Henrique, Caio Ruan, Gladstone e Gerley; Rodrigo Thiesen, Mateus Cancian (Serginho), Diego Pituca, Vitinho (Wesley) e Morais; Edno (Isaac Prado). Técnico: Rodrigo Fonseca.

 

Agência Botafogo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Rayssa Leal, a Fadinha, fatura prata no skate street em Tóquio 2020

Com apenas 13 anos atleta é a mais jovem na história a conquistar uma medalha para o país

De virada Fogão vence o Ituano e cola no G-4

Com a vitória, o Pantera chegou a 16 pontos —mesma pontuação do Ituano, quarto colocado

Olimpíadas de Tóquio: Oitavas do surfe começam neste domingo com quatro brasileiros

Medina, Italo, Silvana e Tatiana caem na água a partir das 22h

Olimpíadas de Tóquio: Rebeca Andrade dá show e se classifica para três finais

Ginasta vai brigar por medalhas no solo, individual geral e salto, Flávia Saraiva conseguiu a vaga na final na trave.

Universidade federal terá cotas para detentos, ex-presidiários e refugiados

Ser bandido virou bom negocio no Brasil, com aplauso do PSOL a decisão penaliza o cidadão de bem
- PUBLICIDADE -