InícioFutebolBotafogoCom muita raça Botafogo busca empate nos acréscimos e reassume 1º lugar

Com muita raça Botafogo busca empate nos acréscimos e reassume 1º lugar

- continua após a publicidade -

A raça e o espírito de luta botafoguense foram premiados com um empate com sabor de vitória no duelo contra o Ypiranga-RS, na tarde deste domingo (9), no Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim-RS. O Tricolor perdia a partida, por 1 a 0, até os 48 minutos do segundo tempo, quando o atacante Mário aproveitou rebote do goleiro Carlão e fez o gol que garantiu a igualdade.

O resultado recolocou o Pantera na liderança isolada do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C. O time comandado pelo técnico Rodrigo Fonseca soma agora 14 pontos e fechou o primeiro turno do Nacional na frente dos demais nove times da chave.

O próximo compromisso do Botafogo será contra o Bragantino, na segunda-feira (17), às 21h00, em partida agendada para o Estádio Santa Cruz. O volante Mateus Cancian cumpriu suspensão e pode voltar à equipe, enquanto que o lateral Samuel Santos será desfalque por ter recebido o terceiro cartão amarelo.

O JOGO
Com apenas 3 minutos de jogo, o Ypiranga-RS chegou com perigo pela primeira vez. O levantamento foi feito na área do Botafogo e André Luís conseguiu ganhar a disputa no alto. O atacante cabeceou no canto e assustou o goleiro Neneca, que viu a bola sair ao lado do gol.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A resposta botafoguense veio 13 minutos depois. Rondinelly cobrou escanteio na cabeça de Carlos Henrique e o camisa 8 testou firme no canto. O goleiro Carlão mostrou toda a sua elasticidade para saltar e espalmar a bola para escanteio novamente.

A partida seguiu equilibrada até que uma desatenção do Botafogo custou caro. O lateral Mário cobrou arremesso com rapidez e a bola chegou até Júnior César. Com velocidade, o atacante arrumou um cruzamento na medida para André Luís cabecear no canto e abrir o placar. Assim acabava a invencibilidade da defesa botafoguense, que já durava mais de cinco jogos.

O Tricolor sentiu o gol e não conseguiu equilibrar novamente a partida ainda na primeira etapa. Seguidos erros de passes dificultaram a evolução da equipe dentro das quatro linhas.

Por outro lado, o panorama da partida mudou no segundo tempo. O técnico Rodrigo Fonseca promoveu a estreia do atacante Ronaldo e o time ganhou mais força ofensiva. Enquanto isso, o Ypiranga-RS só se preocupou em fazer cera e ganhar tempo para segurar o placar favorável.

Alex Gonçalves, em chute cruzado, Edno, em cobrança de falta frontal, e Gladstone, em cabeceio à queima roupa, obrigaram Carlão a fazer duas grandes defesas para salvar os gaúchos.

Foi então que a principal oportunidade surgiu nos pés do atacante Mário, que entrou no jogo no decorrer da etapa complementar. O jogador recebeu ótimo passe de Edno e ficou na cara do gol para marcar, mas pegou mal na bola e isolou o arremate.

O time botafoguense não desistiu e lutou até o final. Depois de uma bola roubada na intermediária, Edno acionou Rondinelly que fez lançamento preciso na cara do gol. Samuel Santos se esticou todo, tocou de leve na bola e Carlão não conseguiu segurar a bola. Dessa vez, Mário não desperdiçou a chance e mandou uma bomba para estufar a rede, já aos 48 minutos.

FICHA TÉCNICA:
Ypiranga-RS 1 x 1 Botafogo
Brasileiro Série C 2017 – 9ª Rodada
Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim-RS
Data: 09/07/2017 – Horário: 15h (de Brasília)
Árbitro: Emerson Luiz Sobral – PE (CBF)
Assistente 1: Ricardo Bezerra Chianca – PE (CBF)
Assistente 2: Fabrício Leite Sales – PE (CBF)
Quarto Árbitro: Eleno Gonzalez Todeschini – RS (CBF)

Gols: André Luís, aos 28’/1ºT (Ypiranga-RS); Mário, aos 48’/2ºT (Botafogo);
Cartões amarelos: Wagner (Ypiranga-RS); Samuel Santos e Carlos Henrique (Botafogo);

Ypiranga-RS – Carlão; Márcio, Negretti, Wagner e Héracles; Henrique, Rafael Carrilho (Rafael), Wiliam Kozlowski e Talles Cunha (Tairone); André Luís e Júnior Cézar (Parede). Técnico: Guilherme Macuglia.

Botafogo – Neneca; Samuel Santos, Caio Ruan, Gladstone e Gerley; Rodrigo Thiesen (Ronaldo), Murillo, Carlos Henrique (Léo Coca) e Rondinelly; Edno e Alex Gonçalves (Mário). Técnico: Rodrigo Fonseca.

 

 

 

 

Foto: Divulgação/Agência Botafogo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Universidade federal terá cotas para detentos, ex-presidiários e refugiados

Ser bandido virou bom negocio no Brasil, com aplauso do PSOL a decisão penaliza o cidadão de bem

A importância dos Bandeirantes para o desenvolvimento do Brasil

A historia dos Bandeirantes estão diretamente ligada ao desenvolvimento do Brasil. Não fossem estes bravos desbravadores estaríamos vivendo até hoje apenas no litoral brasileiro. Defendem genocidas e ditadores e atacam verdadeiros herois.

Contações de histórias compõem a programação do final de semana do Museu Casa de Portinari

Conheça também a faceta poética de Candido Portinari no Pela Janela (25); on-line e gratuita

Terceira via discute impeachment de Bolsonaro como única forma de derrotar Lula

Com economia e empregos em recuperação, falta de escândalos no governo e popularidade nas ruas em alta, os concorrentes enxergam no impeachment a única forma de barrar Bolsonaro em 2022

Olimpíada de Tóquio: saiba quem são os brasileiros favoritos ao ouro

Judô? Vôlei? Natação? Atletismo? Futebol? De onde virão as medalhas de ouro para o Brasil?
- PUBLICIDADE -