Início Esportes Dia do esportista: empresas podem agir como ferramentas de incentivo à prática...

Dia do esportista: empresas podem agir como ferramentas de incentivo à prática de exercícios

Em Ribeirão Preto uma das maiores indústrias da América Latina, existem programas que combatem ao sedentarismo com exercícios fisicos

- continua após a publicidade -

O Dia do Esportista, celebrado em 19 de fevereiro, é uma data importante para discutir o nível do sedentarismo, em especial no Brasil. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 47% da população adulta no país não pratica atividades físicas, número bem acima da média mundial, de 20%. No entanto, se depender das empresas, esse quadro tende a se inverter. Na indústria de alimentos Santa Helena, por exemplo, é comum o incentivo ao esporte por meio de iniciativas já consolidadas perante os colaboradores.

No total, a companhia mantém três frentes para promover o exercício físico: o programa Agita Santa Helena, a promoção de campeonatos internos e, ainda, a inscrição de equipes da empresa em competições promovidas pelo Sesi em Ribeirão Preto, cidade onde está instalada.

Para aumentar o engajamento nessas ações, os familiares dos colaboradores são convidados a se juntar aos times da casa. E o envolvimento é significativo.

“O Agita Santa Helena existe desde 2018, com mais de 400 pessoas participando de aulas de zumba, crossfit, ciclismo, corridas e caminhadas”, explica Elaine Granado, analista de Recursos Humanos na indústria.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

De acordo com a profissional, o Agita Santa Helena foi estruturado com base no princípio Integridade Física e Equilíbrio e já demonstra resultados.

“Recebemos relatos de pessoas que deixaram de ser sedentárias a partir da participação no programa. Caso do colaborador Heitor Silva de Souza, líder de loja na companhia. “Eu era sedentário e, a partir do início do programa Agita Santa Helena, comecei a praticar exercício regularmente, em corridas de rua. Sinto uma maior disposição e no decorrer desse tempo perdi 10kg. O programa foi muito importante para eu mudar meu estilo de vida, e até mesmo influenciar colegas de trabalho e a minha esposa”, pontua.

Para as empresas, garante Elaine, o estímulo à prática de exercícios favorece, inclusive, na produtividade dos profissionais.

“O principal retorno é o aumento do bem-estar geral. E, por isso, a Santa Helena atua para ser um instrumento de promoção à mudança de hábitos dos colaboradores. Além disso, aqueles que estão fisicamente ativos adoecem menos e se sentem mais produtivos no ambiente de trabalho”, garante. Heitor concorda.

“Tenho muito mais energia, me sinto integrado no ambiente de trabalho e estimulado a continuar com o mesmo ritmo do ano passado, quando corri cinco meias maratonas e uma maratona.”

arquivo

A partir deste mês, o Agita Santa Helena ganha novos ares. Para contemplar a saúde de forma sistêmica, assuntos como depressão, suicídio e meditação estão sendo gradativamente incorporados à iniciativa.

“Reunimos os colaboradores em grupos para debater esses temas e escutar depoimentos enriquecedores, que proporcionam trocas importantes entre a equipe. Tem sido uma experiência ímpar para nós e para os colaboradores”, afirma. Elaine ainda completa: “a integração e a empatia que surge entre as pessoas transforma diariamente o clima corporativo”.

 Sobre a Santa Helena

Uma das mais importantes indústrias de amendoim da América Latina, a Santa Helena é reconhecida pela tradição, qualidade e procedência de seus produtos. A empresa possui um vasto portfólio, com itens de referência nacional, como Paçoquita e Mendorato (amendoim japonês), campeões em vendas, entre tantas outras diferentes categorias, como a linha Troféu e as marcas de alimentação saudável Cuida Bem e First.

A Santa Helena leva o melhor do amendoim para todo o território nacional há mais de 75 anos e, desde 1997, exporta para os mercados mais exigentes do mundo, como Europa, América Latina e Ásia. A empresa caminha ao lado da inovação para atender às expectativas de seus consumidores, dessa forma, investe constantemente em tecnologia, melhoria de processos, na qualificação de seus colaboradores e em rigorosos métodos de controle de qualidade da matéria-prima.

Com aproximadamente 1.300 colaboradores, o complexo industrial da Santa Helena está localizado em Ribeirão Preto, no interior paulista. Mais informações em www.santahelena.com.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Coronavírus: Usar mascara é necessário ou moda?

Se você não estiver doente, não deve usar máscara", adverte OMS, Mandetta, orienta todas as pessoas usem máscaras. Você sabe o que fazer?

Conheça peixes que substituem o bacalhau com vantagens

Confira a receita de uma falsa Bacalhoada em vídeo. os peixes frescos apresentam minerais, vitaminas e possuem ácido graxo ômega 6 e ômega 3

Stone abre vagas de emprego em Ribeirão Preto e algumas cidades de São Paulo

As vagas representam uma ótima notícia para profissionais que estejam em busca de recolocação durante a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Grupo S. Francisco: Hapvida abre mais de 500 vagas temporárias de emprego em área assistencial

( Incrições foram prorrogadas )As vagas são para enfermeiros e técnicos de enfermagem. O Grupo São Francisco possui vagas em Toda região

Após Gusttavo Lima e Jorge e Mateus, veja data das próximas lives

No último sábado (04), novo recorde passou para a dupla Jorge e Mateus, com surpreendentes 3,1 milhões de acessos simultâneos em pouco mais de 4 horas de live
- PUBLICIDADE -