InícioEsportesBasqueteSecretaria prepara jogo da saudade com time de Basquete de Ribeirão

Secretaria prepara jogo da saudade com time de Basquete de Ribeirão

- continua após a publicidade -

O jogo da Saudade, que deverá acontecer em setembro deste ano, no intervalo entre o 1º e o 2º turnos do Campeonato Paulista, será uma partida comemorativa dos 14 anos do título brasileiro do time de basquete de Ribeirão Preto, conquistado em 2003 contra o Unit/Uberlândia. Alguns dos ídolos daquela conquista inédita visitaram nesta segunda-feira, dia 26 de junho, o ginásio Gavino Virdes, a Cava do Bosque, palco da grande final e que durante muito tempo foi a casa da equipe de basquetebol.

O ala-armador Alex Garcia, recém-campeão pelo Bauru, Nezinho, atualmente no Vasco da Gama, e Renato, que encerrou a carreira em 2015, marcaram presença no encontro organizado pela Secretaria Municipal de Esportes. Os três também tiveram uma audiência com o prefeito Duarte Nogueira, no Palácio Rio Branco.

O secretário Ricardo Aguiar destacou que o grupo de atletas que fez parte do time de basquete em Ribeirão Preto, de certa forma, impactou a cidade como um todo e merece uma grande homenagem.

“Não só dentro de quadra, mas como fora também. Quando você têm nomes nacionais e internacionais, que fizeram parte do esporte não só de Ribeirão, mas do esporte nacional, vira referência”, ressaltou.

E foi pensando na importância desses jogadores para o basquete da cidade, o legado deles para os futuros atletas, que veio a ideia de homenagear os heróis do time campeão. Equipe que entrou para a história do basquete de Ribeirão Preto, como uma geração vitoriosa e que vive até hoje na memória do torcedor.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O ex-jogador Renato se emocionou ao lembrar da equipe de basquete que o revelou, dos jogadores, comissão técnica e a grande família que era o time ribeirão-pretano para eles.

“Gostei muito da ideia e também fiquei muito feliz pela presença aqui do Chaim Zaher [proprietário do Sistema Educacional Brasileiro (SBE) e, na época, o patrocinador do time]. Somos muito gratos a você. Pra gente, é uma satisfação revê-lo, pois você além de proporcionar muita coisa boa para a nossa carreira profissional ajudou-nos em nossa vida pessoal”, agradeceu.

Sobre a possibilidade de Ribeirão Preto ter novamente uma equipe de basquete de alto rendimento, o principal investidor, Chaim Zaher ressaltou que depende muito de uma conjuntura. Segundo ele, tem o lado político que atrapalha muito na montagem da equipe, como os sindicatos, federações e outras entidades esportivas.

“Já três vezes tentamos voltar, os caras têm medo de que a gente volte, sabe que a gente vai voltar pra ganhar. Nada é impossível, mas, enfim, esta atitude do Ricardo Aguiar em fazer esse jogo da saudade é uma ideia fantástica para matar a saudade”, disse Chaim.

Todos os atletas daquela conquista inédita estarão em quadra. A ideia agora é fazer uma votação nas redes sociais para colocar os principais rivais da equipe de basquete [jogadores do time de Franca e Uniara].

“Vamos lançar uma enquete para que os internautas escolham quem deverá ser a equipe adversária do jogo da saudade”, explica o diretor de esportes, Gabriel.

A Secretaria de Esportes também desenvolve o projeto de resgate da Cava do Bosque com a calçada da fama e uma entrada homenageando o time de basquete. No complexo esportivo, haverá a calçada e em cada entrada um espaço para homenagear um momento do esporte de Ribeirão Preto.

“Haverá a calçada e em cada entrada um espaço para homenagear outros nomes do esporte, como Fernanda Venturini, do vôlei, Lais Sousa, da ginástica, resgatando assim, a memória do esporte da cidade, e com isso trazer um novo momento para o esporte de Ribeirão Preto”, conta.

Do jogo da saudade nasce uma grande esperança de, quem sabe a cidade não volte a ter uma equipe de basquete de alto rendimento. Um bom presságio é a volta do time de vôlei. “Quem sabe um jogo da saudade não pode virar um jogo da atualidade, quem sabe a gente não tem mais novidades aí pra frente”, disse Ricardo Aguiar.

Prefeito garante apoio total

À tarde, a exceção do ala Alex, que retornou a Bauru, Nezinho e Renato, além de Guilherme, que joga em uma equipe universitária de basquete nos Estados Unidos, o diretor técnico Gabriel Guimarães, e o secretário municipal Ricardo Aguiar foram recebidos pelo prefeito Duarte Nogueira, no Palácio Rio Branco.  Nogueira ouviu dos atletas a intenção em montar um grande projeto voltado ao basquete da cidade e reforçou o apoio da prefeitura de Ribeirão Preto e da Secretaria Municipal de Esportes para tornar a iniciativa uma realidade.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Policiais militares de de São Paulo estão de prontidão para embarcar para a Turquia e atuar no salvamento e resgate das vítimas

Número de mortos no terremoto na Turquia e na Síria passa de 11 mil, mas entidades acreditam que numero chegará a 40 mil O número...

Após armação da esquerda e sigilo de 100 anos das imagens 8 de Janeiro segue sem respostas

Os desdobramentos do quebra-quebra de 8 de janeiro, contudo, parecem longe do fim, pois lula e a carreta furacão não querem CPI e investigação

No Dia do Publicitário, APP Ribeirão lança calendário de atividades de 2023

Com novas datas de atividades e eventos, a Associação dos Profissionais de Propaganda de Ribeirão Preto reúne diretoria no Chopp Time

Saúde prorroga inscrições de concurso público para bolsistas do Programa de Aprimoramento

Inscrições vão até 17 de fevereiro; bolsas são para as áreas de Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Nutrição, Psicologia e Terapia Ocupacional

Lula promete nova regulação para trabalhadores de aplicativos

Brasil tem 1,5 milhão de trabalhadores por aplicativos que podem deixar de trabalhar e ter uma renda, caso seja levado adiante
- PUBLICIDADE -