Início Especiais Feira do Livro Literatura, poesia e música são destaques do primeiro dia da Feira do...

Literatura, poesia e música são destaques do primeiro dia da Feira do Livro

- continua após a publicidade -

Um dos maiores eventos culturais do País, a Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto inicia sua 17ª edição no próximo domingo, dia 4 de junho, e traz uma programação especial para o primeiro dia, que contará com atividades relacionadas à literatura, poesia e música. Entre os destaques acontece o Salão de Ideias – Sessão Jabuti com Marina Colasanti, vencedora de sete prêmios Jabuti; Salão de Ideias com César Nunes, e também com o empresário e patrono da feira, Chaim Zaher. O cantor e compositor Chico César é uma das atrações do dia para participar do bate-papo “Poesia e música das palavras” e para apresentar o espetáculo musical “Estado de Poesia”.

Assim como no ano passado, a Sessão Jabuti será um dos pontos altos da Feira do Livro e vai trazer grandes nomes da literatura brasileira para a atividade Salão de Ideias, que acontece de 4 a 10 de junho, sempre às 10h30, no Auditório Meira Júnior. A primeira convidada é a escritora Marina Colasanti. Vencedora de sete prêmios Jabuti, ela possui mais de 50 títulos publicados no Brasil e no exterior. Através da literatura retomou sua atividade de artista plástica, tornando-se sua própria ilustradora. A atividade contará com tradução simultânea em Libras (Língua Brasileira de Sinais).

Às 14h30, será realizado o Salão de Ideias com César Nunes, autor educação homenageado neste ano, no Theatro Pedro II. Durante o Salão de Ideias, acontece o lançamento do livro “Da Filosofia do Amor ao Amor à Filosofia: um estudo pedagógico de Educação Afetiva e Ética Sexual a partir de Platão”. O livro apresenta a teoria do Amor em Platão, a partir da interpretação da obra “O Banquete” e está voltado para as concepções de sexo e sexualidade atuais.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Já o Salão de Ideias com Chaim Zaher, patrono da 17ª edição da Feira do Livro, está agendado para 16h30, no Auditório Meira Junior. O empresário é fundador e presidente do maior grupo de educação básica do país, o Grupo SEB, que conta com uma trajetória de mais de 50 anos dedicados à educação.

A música também terá seu espaço na feira neste primeiro dia – dentro da programação promovida pelo Sesc. O cantor e compositor Chico César participa de um bate-papo sobre sua produção literária que acontece às 16h, na Tenda Sesc. Além disso, o cantor apresenta às 20h30, o espetáculo musical “Estado de Poesia”, no Theatro Pedro II. Unindo a riqueza dos ritmos brasileiros com a sonoridade universal, o show traz o repertório de seu novo disco e também os sucessos de seus quase 25 anos de carreira.

Todos os eventos são gratuitos. Nos espaços sujeitos à lotação, os participantes devem retirar uma senha com uma hora de antecedência. Nos demais locais, a entrada será feita por ordem de chegada.

17ª Feira Nacional do Livro
Realizada pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão, a 17ª Feira Nacional do Livro acontece de 4 a 11 de junho, com abertura em 3 de junho, em Ribeirão Preto. Durante oito dias, mais de 130 autores vão desfilar por 13 espaços simultâneos da feira. Reconhecida como um dos principais eventos nacionais de literatura, o tema deste ano é “Do conhecimento que liberta ao amor que educa – o livro na escola” com expectativa de atrair mais de 200 mil participantes durante os oito dias de evento e ser palco para um amplo debate sobre o papel do livro na educação. Neste ano, a feira promete muitas novidades em ampla programação, possibilitada pela força conjunta das grandes parcerias como com o Sesc, Sesi, Senac, Universidades, Diretoria de Ensino e entidades locais, além do apoio de empresas e organizações e da valorização cultural, o que consagra a grandiosidade do evento.
Como em todos os anos, a 17ª edição do evento presta homenagem a um país – e o escolhido foi Portugal, berço da Língua Portuguesa; o escritor principal é Fernando Pessoa – ícone da literatura portuguesa; autor educação escolhido é César Nunes; autor infantojuvenil é Ricardo Azevedo; autor local Rosa Maria de Britto Cosenza; patrono, o empresário e fundador do Sistema Coc, Chaim Zaher. Neste ano, há uma novidade: a modalidade de professor homenageado e o nome indicado é o de Maris Ester de Souza – professora da rede de ensino local.

Sobre a Fundação
A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade – hoje considerada a segunda maior feira a céu aberto do país, realizada tradicionalmente no mês de junho.
Com uma trajetória sólida e projeção nacional e internacional, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura com calendário de atividade durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do Proac.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

ESTIMATIVA DE ANIMAIS ERRANTES NO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO

Animais errantes são aqueles que vagam pelas ruas, sem tutor definido, já que foram abandonados por quem tinha a obrigação legal de cuidar e amparar

Meditação no isolamento pode amenizar ansiedade

A doença, que afeta 18 milhões de brasileiros, pode ser minimizada com a prática da meditação e por meio de outras terapias.

Mãe de atriz de Glee se ajoelha e chora em lago onde filha sumiu

Segundo informações da CBS Los Angeles, o garoto foi encontrado por um velejador, que estranhou ao ver a criança dormindo sozinha, sem qualquer adulto por perto.

Odebrecht fez pagamentos a Toffoli, denuncia Marcelo Odebrecht à PGR

Marcelo Odebrecht e os demais diretores da empresa sempre se referiam a Toffoli como “amigo de Adriano” ou “amigo de AM (Adriano Maia)”

Gol de Bolsonaro: SBT acerta transmissão da final do carioca, Flamengo e Fluminense

O SBT alcançou a sua maior audiência na história da emissora até então com a transmissão da final da Copa do Brasil, decidida por Corinthians e Grêmio
- PUBLICIDADE -