Início Especiais Feira do Livro Combinando Palavras e Conferência Internacional de Literatura e Educação têm início na...

Combinando Palavras e Conferência Internacional de Literatura e Educação têm início na Feira do Livro

- continua após a publicidade -

Nesta segunda-feira, dia 5 de junho, a 17ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto traz uma programação repleta de grandes nomes da literatura brasileira. O segundo dia do evento abre a Conferência Internacional de Literatura e Educação com o educador português António Nóvoa, às 19h30, na Sala Principal do Theatro Pedro II. A atividade contará com tradução simultânea em Libras (Língua Brasileira de Sinais).

Reitor Honorário da Universidade de Lisboa, doutor em Ciências da Educação pela Universidade de Genebra (Suíça) e doutor em História pela Universidade de Paris-Sorbonne (França), António Nóvoa possui importantes trabalhos relacionados à história da educação, profissão docente e políticas educativas. As conferências internacionais acontecem a partir desta segunda e vão até sexta-feira (9), sempre às 19h30 e vão reunir grandes autores e pensadores do cenário mundial de educação e literatura.

“Teremos na Conferência profissionais que carregam em si uma história de transformação. Eles fazem da informação, vivência e, desta, conhecimento que, imediatamente propagam em salas e auditórios, por meio dos livros ou da palavra dita”, comenta a presidente da Fundação do Livro e Leitura, Adriana Silva (uma das curadoras da feira).

Combinando Palavras
O projeto Combinando Palavras, promovido pela Fundação do Livro e Leitura com apoio do Sesc e Diretoria de Ensino de Ribeirão Preto, também inicia os encontros entre estudantes e autores neste segundo dia, a partir das 8h30, na Sala Principal do Theatro Pedro II. O primeiro autor a se encontrar com os estudantes é Ignácio de Loyola Brandão. A expectativa é que nos próximos dias a feira envolva cerca de 8.800 estudantes para essa interação com os escritores. Os encontros acontecem até o dia 9 (sexta-feira).

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Para Adriana Silva, este projeto coroa uma importante transição da Fundação do Livro e Leitura. A presidente explica que durante algum tempo a entidade trabalhou com o objetivo da difusão da literatura, o que na opinião dela é muito importante, “mas este projeto nos coloca em um outro cenário, o da formação, que é extremamente necessário. Este é o projeto que definitivamente fará de Ribeirão Preto uma cidade de leitores. E assim acontecer, seremos modelo”, analisa.

Também participam do Combinando Palavras Ricardo Azevedo, de 5 a 7 de junho, às 14h30; Lya Luft, 6 de junho, Nélida Piñon, 7 de junho; Zuenir Ventura, 8 de junho, e Luis Fernando Verissimo. Com exceção do autor Ricardo Azevedo, todos os encontros serão na Sala Principal do Theatro Pedro II, às 8h30.

Sessão Jabuti e homenageados
Na Sessão Jabuti, que acontece às 10h30, na Sala Principal do , o convidado é o escritor, filósofo e pedagogo Dermeval Saviani. Idealizador da Pedagogia por ele denominada Histórico-Crítica, o autor defende que uma das funções da escola é possibilitar o acesso aos conhecimentos previamente produzidos e sistematizados. Em 2008 Dermeval Saviani venceu o prêmio Jabuti na categoria Educação, Psicologia e Psicanálise com o livro “História das ideias pedagógicas no Brasil”.

A autora local homenageada desta edição, Rosa Maria de Britto Cosenza participa de um salão de ideias e sessão de autógrafos no Auditório Meira Júnior, às 14h. Escritora e professora de Língua Portuguesa, Rosa Cosenza sempre esteve ligada aos universos da educação e da literatura. A autora é membro da UBE (União Brasileira de Escritores), da Academia Ribeirãopretana de Letras, da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas, da Academia de Letras, Ciências e Artes, além de fundadora da Casa do Poeta e do Escritor de Ribeirão Preto e da ALARJ (Academia de Letras e Artes Joaquinense), de São Joaquim da Barra.

Também integrando o time de homenageados como autor infantojuvenil, Ricardo Azevedo estará presente nesta segunda-feira (5). Autor de muitos livros para crianças e jovens, Ricardo Azevedo ganhou várias vezes o prêmio Jabuti e teve suas obras traduzidas para diversos países como Alemanha, Portugal e México.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O autor Ignácio de Loyola Brandão participa de outro Salão de Ideias, desta vez, aberto à população a partir das 16h30. Em suas vindas à Feira do Livro de Ribeirão Preto, já traduziu o ato de escrever como uma oportunidade do escritor colocar para fora o que traz por dentro. Vencedor de cinco prêmios Jabutis, o escritor e jornalista possui 43 livros publicados entre romances, contos, crônicas, viagens, infantis e infantojuvenis.

17ª Feira Nacional do Livro
Realizada pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão, a 17ª Feira Nacional do Livro acontece de 4 a 11 de junho, com abertura em 3 de junho, em Ribeirão Preto. Durante oito dias, mais de 130 autores vão desfilar por 13 espaços simultâneos da feira. Reconhecida como um dos principais eventos nacionais de literatura, o tema deste ano é “Do conhecimento que liberta ao amor que educa – o livro na escola” com expectativa de atrair mais de 200 mil participantes durante os oito dias de evento e ser palco para um amplo debate sobre o papel do livro na educação.

Neste ano, a feira promete muitas novidades em ampla programação, possibilitada pela força conjunta das grandes parcerias como com o Sesc, Sesi, Senac, Universidades, Diretoria de Ensino e entidades locais, além do apoio de empresas e organizações e da valorização cultural, o que consagra a grandiosidade do evento.

Como em todos os anos, a 17ª edição do evento presta homenagem a um país – e o escolhido foi Portugal, berço da Língua Portuguesa; o escritor principal é Fernando Pessoa – ícone da literatura portuguesa; autor educação escolhido é César Nunes; autor infantojuvenil é Ricardo Azevedo; autor local Rosa Maria de Britto Cosenza; patrono, o empresário e fundador do Sistema Coc, Chaim Zaher. Neste ano, há uma novidade: a modalidade de professor homenageado e o nome indicado é o de Maris Ester de Souza – professora da rede de ensino local.

Sobre a Fundação
A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade – hoje considerada a segunda maior feira a céu aberto do país, realizada tradicionalmente no mês de junho.

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e internacional, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura com calendário de atividade durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do Proac.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Iguatemi anuncia 1ª edição do projeto Iguatemi Kids por O Pequeno Colecionador

A iniciativa tem o objetivo de conectar as famílias por meio da cultura e do fazer artístico.

Ribeirão Rodeo Music anuncia data da edição 2021 e programação com grandes nomes do universo sertanejo

O evento, que acontecerá entre os dias 17 e 24 de abril, terá Marília Mendonça, Zé Neto & Cristiano, Gusttavo Lima entre outras atrações de destaque

Pelé representou “o talento absoluto do futebol brasileiro”

Aniversário do Pelé: rei do futebol completa 80 anos neste dia 23 de outubro

Apoiado pelo Papa Francisco, Cartórios de São Paulo registraram quase 24 mil uniões civis homoafetivas

Os números divulgados pelo IBGE mostram que os casamentos homoafetivos vem aumentando ano a ano desde sua regulamentação, com crescimento ainda mais considerável nos últimos anos

Vanderley Caixe (PC do B) tem candidatura cancelada

Essa foi a terceira impugnação imposta pela Justiça Eleitoral.