Início Especiais Feira do Livro Bibliotecal é novo projeto da Fundação do Livro e Leitura em RP

Bibliotecal é novo projeto da Fundação do Livro e Leitura em RP

- continua após a publicidade -

Projeto proposto pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto ao ProAc Editais, funciona na Biblioteca Guilherme de Almeida, dentro do Complexo Alto do Saõ Bento e tem a Secretaria de Cultura e de Economia Criativa e o Senac como parceiros na realização. Agenda cultural gratuita é voltada a estudantes e professores da rede municipal de ensino, nos meses de fevereiro e março

Sempre com o objetivo de incentivar a leitura e ampliar a formação de leitores no país, a Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto inicia novo projeto cultural, vencedor do ProAC Editais, com apoio do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e em parceria com o Senac. Trata-se do Bibliotecal, que teve início na manhã desta quarta-feira (13), com apresentação de intervenção do artista plástico Jair Correia. O artista desenvolveu uma criação para sinalizar o caminho ao acesso dos livros para a porta de entrada da Biblioteca Municipal Guilherme de Almeida, localizada no Complexo Cultural Alto do São Bento, na Casa da Cultura, em Ribeirão Preto.

O Bibliotecal tem como principal objetivo tornar a Biblioteca Municipal Guilherme de Almeida mais conhecida na cidade, de forma a aumentar o número de usuários do espaço e valorizar a literatura em bibliotecas municipais. “Criamos uma agenda de atividades que visa dinamizar a leitura na esfera municipal, facilitando o acesso da população de Ribeirão aos livros e às histórias e, consequentemente contribuir para elevar o número de leitores da nossa cidade”, explica a jornalista Dulce Neves, presidente da Fundação do Livro e Leitura.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A agenda do projeto prevê atividades culturais como vivências com visita de estudantes à biblioteca com a oportunidade de retirar um livro para leitura, contação de histórias, oficinas, palestra e leituras dramáticas (realizadas pelos alunos do Senac).

Na próxima semana, o projeto oferecerá, gratuitamente, aos alunos do quarto ano da EMEF Faustino Jarruche, sessões de contação de histórias com a atriz Mírian Fontana, sempre às 9h – seguidas de uma Roda de Conversa com escritores locais que vão dialogar com estudantes sobre os livros e a importância da leitura. No dia 18, a história interpretada será AEma e o Sonho, de Cordeiro de Sá; no dia 19, a história é Dani Down de André Oliveira e Arnaldo Jr. e no dia 20, A Cor da Vida, de Semírames Paterno.

A partir do dia 18, terá início o curso de Contação de Histórias para educadores da rede municipal de ensino, a ser ministrado pela atriz Mírian Fontana. Direcionado a professores da rede municipal de ensino, o curso promoverá quatro encontros nos dias 18 e 25 de fevereiro e 11 e 13 de março, sempre às 18h30, com 12 horas de duração ao todo. “O intuito dessa oficina é estimular no professor a prática da contação de histórias em sala de aula, mesmo que por natureza ele já seja um contador, pois ele usa esse encantamento de histórias para sempre deixar o aluno motivado e vidrado na aula”, analisa.

Outro atrativo da agenda é a palestra Ler o mundo é essencial: impresso ou digital, com a jornalista Adriana Silva, vice-presidente da Fundação do Livro e Leitura, às 19h.

Também estão previstas para o dia 27, às 15h, leituras dramáticas realizadas por alunos do curso técnico de Teatro do Senac. As obras escolhidas pertencem ao acervo da biblioteca.

Todas as atividades são gratuitas e serão realizadas na Casa da Cultura Juscelino Kubitschek, onde está localizada a Biblioteca.

Serviço

O que: Lançamento e Agenda do projeto Bibliotecal, promovido pela Fundação do Livro e Leitura por meio do ProAc Editais

Agenda: Fevereiro e Março/2019 (descritivo abaixo)

13/02: Intervenção artística em Porta de Entrada da Biblioteca Municipal Guilherme de Almeida – das 9h às 10h30

18/02: Contação de Histórias – das 9h às 10h30 – Galeria Leonello Berti e Curso de Contação de Histórias – 18h30 às 21h30 no Auditório 2° andar;

19/02: Contação de Histórias – 9h às 10h30 – Galeria Leonello Berti e Palestra “Ler o mundo é essencial: impresso ou digital”, com Adriana Silva – às 19h no Auditório 2° Andar;

19/02Palestra Ler o mundo é essencial: impresso ou digital, com a jornalista Adriana Silva às 19h, no Auditório 2° Andar

20/02: Contação de Histórias – das 9h às 10h30 – Galeria Leonello Berti

25/02: Curso de Contação de Histórias – das 18h30 às 21h30 no Auditório 2° Andar

27/02: Leituras Dramáticas, Senac – das 15h às 17h no Saguão

11/03: Curso de Contação de Histórias – das 18h30 às 21h30 no Auditório 2° Andar

18/03: Curso de Contação de Histórias – das 18h30 às 21h30 no Auditório 2° Andar

Sobre a Fundação

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país, realizada tradicionalmente no mês de junho.

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e internacional, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura com calendário de atividade durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do Proac.

Sobre a Biblioteca Municipal Guilherme de Almeida

Funciona no Complexo Cultural Alto do São Bento, um lugar propício a atividades culturais, que abriga a Secretaria da Cultura, o Teatro Municipal, o Teatro de Arena Jaime Zeiger. A Escola de Belas Artes Cândido Portinari e um jardim com esculturas de Bassano Vaccarini e de Thirso Cruz. A biblioteca faz referência ao poeta Guilherme de Almeida, que frequentou a Academia Brasileira de Letras e foi também advogado, jornalista e um elogiado tradutor. Nasceu em Campinas (1890) e faleceu em São Paulo (1969). Publicou 26 livros de poesia.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

ABCF explica a diferença entre uso da ivermectina para parasitas e para COVID-19

Testes em laboratório mostram que novo coronavírus não sobreviveu a doses altas de ivermectina. Em humanos seria o equivalente a 10 vezes a dose usada para tratar parasitas

Surto de sarampo preocupa gestores de saúde

Em 1º de janeiro deste ano, o país registrou a primeira morte por sarampo, que ocorreu na cidade de São Paulo.

Ticiane Pinheiro é a madrinha da Campanha do Agasalho 2020 da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo

Este ano, a Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo tem o apoio da Iguatemi que disponibilizou espaço incluindo o Iguatemi Ribeirão Preto

ESTIMATIVA DE ANIMAIS ERRANTES NO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO

Animais errantes são aqueles que vagam pelas ruas, sem tutor definido, já que foram abandonados por quem tinha a obrigação legal de cuidar e amparar

Meditação no isolamento pode amenizar ansiedade

A doença, que afeta 18 milhões de brasileiros, pode ser minimizada com a prática da meditação e por meio de outras terapias.
- PUBLICIDADE -