InícioEspeciaisAgrishowAGRISHOW: 4 vantagens para você adotar a terceirização no agronegócio agora mesmo!

AGRISHOW: 4 vantagens para você adotar a terceirização no agronegócio agora mesmo!

- continua após a publicidade -

Trabalhar com o agronegócio significa se preocupar diariamente com variados fatores, como produção, contratações, medidas sanitárias e transporte de mercadorias. Porém, por muitas vezes, um único profissional não consegue acompanhar todas essas demandas com eficiência, por isso a terceirização de diversos serviços ligados ao agronegócio vem ganhando bastante força.

A terceirização de serviços vem sendo uma das soluções mais satisfatórias para auxiliar o empresário rural a atender todos os gargalos existentes na atividade, fazendo com que o sistema se torne naturalmente mais eficiente.

Até certo tempo atrás, a terceirização era vista com muito receio pelos agricultores e pecuaristas. Porém, recentemente foi aprovada a Lei da Terceirização que regulamenta todas as atividades, inclusive aquelas ligadas ao agronegócio.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Vantagens da lei da Terceirização para o agronegócio

A lei da terceirização (lei nº 13.429) foi sancionada pelo presidente Michel Temer em março de 2018, apresentando diversas mudanças. Rodrigo Capella, palestrante, diretor-geral da Ação Estratégica e atuante no agronegócio desde 2004, explica que dentre as mudanças, a mais significativa é a possibilidade de se terceirizar atividades fim, o que antigamente era uma ação proibida.

Mas, além dessa importante alteração, Capella salienta que o agronegócio se beneficiará significativamente com essa lei. Entre os benefícios mais importante, pode-se citar:

1. Evolução do agronegócio de maneira mais intensa: Capela explica que a terceirização, com os benefícios da jornada intercalada, contribuirá para a contínua e ainda mais intensa evolução do setor.

Ele explica que um mesmo profissional poderá contribuir com várias empresas de agronegócio, de segmentos diferentes, e também para várias propriedades rurais.
2. Redução de custos: Segundo Capella, com a terceirização agropecuaristas e indústrias do segmento poderão reduzir custos e elevar sensivelmente sua rentabilidade.
3. Amparo legal: A Lei irá conferir ainda mais transparência e forte segurança nas relações entre empresas-empregadoras, funcionários e o ambiente laboral.
4. Ampliação das vagas de trabalho de forma regulamentada: Para Capella, a Lei irá incentivar a ampliação das vagas de trabalho de forma regulamentada, “a lei irá suprimir os descasos da informalidade”, salienta.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Dois lotes de parques municipais serão administrados por iniciativas privadas

Gestão e encerramento do contrato (até cinco anos de contrato com a possibilidade de prorrogação por mais cinco anos).

Ribeirão Preto estende abertura do comércio a partir desta sexta-feira, dia 30

Medida se antecipa ao Plano São Paulo. Veja como ficam os horários.

GCMs realizam doação de sangue em Ribeirão Preto

Ação contribuiu com o estoque de sangue do hospital São Lucas; tipos O-, O+ e A - são os mais críticos, com menos da metade das bolsas necessárias

Brasil gera 309 mil empregos formais em junho

Governo deve lançar programas para inclusão de jovens no mercado

Anvisa alerta sobre casos de Guillain-Barré após vacinação

A Anvisa explica que a SGB é um distúrbio neurológico autoimune raro, no qual o sistema imunológico danifica as células nervosas.
- PUBLICIDADE -