InícioEducaçãoProjeto Guri de Ribeirão Preto promove intercâmbio cultural entre alunos e alunas...

Projeto Guri de Ribeirão Preto promove intercâmbio cultural entre alunos e alunas de diversos polos

- continua após a publicidade -

Durante o mês de junho, o Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – promoverá diversos concertos do EmCena. A ação tem como objetivo promover a integração social e musical entre alunos, alunas, educadores, educadoras e equipes do Projeto Guri, proporcionando a troca de experiências musicais e pedagógicas entre os polos, contribuindo assim para a formação continuada dos participantes.

Normalmente, os encontros EmCena são focados num determinado naipe – percussão, sopro, canto coral, entre outros – e contam também com atividades de integração musical. Durantes estes eventos, os guris do polo da casa apresentam aos alunos dos demais polos um repertório bastante variado, como exemplo do conteúdo aprendido durante as aulas. Os arranjos das canções são desenvolvidos pelos profissionais que trabalham no Projeto Guri e a regência fica por conta dos educadores que atuam junto às crianças e adolescentes.

Na Regional Ribeirão Preto, as apresentações comtemplarão os polos Ipuã, Igarapava, Ituverava, Miguelópolis, Guaíra, Cravinhos, Franca, Cajuru, Santa Cruz da Esperança, Guará, Jaboticabal, Dumont, São Simão, Santa Rosa do Viterbo, São Joaquim da Barra, Itirapuã, Brodowski, Altinópolis e o próprio Polo Regional Ribeirão Preto. Os eventos, entre os dias 8 e 14 de junho, reunirão mais de 500 representantes do Guri e são organizados pelo Supervisor Educacional de Cordas Dedilhadas da Regional Ribeirão Preto, Marco Papa.

Confira abaixo a programação:

  • EmCena: III Encontro de Cordas Dedilhadas
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Os alunos e as alunas do Polo São Joaquim da Barra receberão os integrantes dos polos Guará, Itirapuã, Brodowski e Altinópolis, dia 13, às 14h30, no Anfiteatro Arthur Parada.
Cada polo apresentará o repertório definido, dentre as músicas Californication, Mulher Rendeira, The Winds Of Yule, Wake Me Up, Romaria, A Paz, entre outras.

Serviço: EmCena: Encontro de Cordas Dedilhadas
Quando: 13/6
Horário: às 14h30
Local: Anfiteatro Arthur Parada
Endereço: Rua Sergipe, 1944 – São Joaquim da Barra/SP
Entrada: Gratuita. Evento aberto ao público

  • EmCena: III Encontro de Cordas Dedilhadas

Os alunos e as alunas do Polo Regional Ribeirão Preto receberão os integrantes dos polos Cravinhos, Franca, Cajuru, Santa Cruz da Esperança, Guará e Jaboticabal, dia 14, às 9h30, na Sala de Concertos da Tulha. Já para o evento que acontecerá à tarde, serão recebidos os polos Dumont, Cajuru, São Simão, Santa Cruz da Esperança e Santa Rosa de Viterbo.
Cada polo apresentará o repertório definido, dentre as músicas Tema da A Pantera Cor-de-Rosa, Onda Vai Onda Vem, Leãozinho, Come Together, Por Enquanto, Pra Dizer Adeus, Aquarela, Carinhoso, Sinônimos, entre outras.

Serviço: EmCena: III Encontro de Cordas Friccionadas
Quando: 14/6
Horário: às 9h30 e às 14h30
Local: Sala de Concertos da Tulha
Endereço: Rua Mário de Andrade, s/n – Campus da Usp, Ribeirão Preto/SP
Entrada: Gratuita. Evento aberto ao público

Parceiro local: Prefeitura Municipal de Ipuã, Igarapava, Ituverava, Miguelópolis, Guaíra, Cravinhos, Franca, Cajuru, Santa Cruz da Esperança, Guará, Jaboticabal, Dumont, São Simão, Santa Rosa do Viterbo, São Joaquim da Barra, Itirapuã, Brodowski, Altinópolis e Ribeirão Preto.

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Amigos do Guri: Instituto CCR por meio da CCR AutoBAn e CCR SPVias, SABESP, SKY, CTG, SEM, Microsoft, Usina Colorado,  Caterpillar, Supermercados Tauste, Capuani, Grupo BB e Mapfre, Pinheiro Neto,  WestRock, VALGROUP, Banco Votorantim, Mercedes Benz, Catho, Hasbro, Cipatex, PPE Fios, Grupo Maringá, Raízen, Castelo Alimentos, Arteris e Cremer.

Sobre o Projeto Guri
Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos na Fundação CASA). Mais de 49 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu cerca de 650 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Amigos do Guri
A Amigos do Guri é uma organização social de cultura que administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo – idealizador do projeto –, a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Amigos do Guri, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.projetoguri.org.br/faca-sua-doacao.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020

Dirigente do Botafogo esquece a tradição e coloca o time entre os da várzea

Agora a torcida vai precisar trocar os bumbos e tambores por rosário, bíblia e agua benta, se não quiser estar ao lado do Leão

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
- PUBLICIDADE -