Início Educação Enem 2019 tem 6,3 milhões de inscritos

Enem 2019 tem 6,3 milhões de inscritos

- continua após a publicidade -

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrou 6.384.957 inscritos para a edição de 2019. As inscrições terminaram nessa sexta-feira (17).

Os estudantes têm até o dia 23 de maio para pagar a taxa, no valor de R$ 85. O total de participantes confirmados será divulgado no dia 28 deste mês.

Quem teve direito à isenção do pagamento da taxa e concluiu a inscrição no prazo tem participação garantida. As provas do Enem 2019 serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro, com quatro provas objetivas e 180 questões, além da redação.

O Enem é realizado anualmente Inep, vinculado ao Ministério da Educação. Em 21 edições, o exame recebeu quase 100 milhões de inscrições.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O exame avalia o desempenho do estudante e viabiliza o acesso à educação superior, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (ProUni) e instituições portuguesas.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com verba da Covid prefeitura antecipa 13º salário de aposentados e servidores

No total, a remuneração mensal dessas pessoas atinge a casa dos R$ 120 milhões mensais.

Abertura de escolas e contratação de professores movimentam rede municipal

Até o final do ano, mais 11 unidades escolares serão entregues para a população; R$ 40 milhões foram investidos em 15 novas escolas

Agendamento de vacina contra Covid em idosos com 65 e 66 anos será aberto nesta terça-feira, dia 20

Serão disponibilizadas 11.160 vagas; vacinação acontecerá na quinta e sexta-feira, nos dias 22 e 23 de abril

Botafogo empata com o Palmeiras no Santa Cruz

Com o resultado, o Tricolor completou o terceiro jogo de invencibilidade e agora soma seis pontos. Assim, o Pantera ocupa a 12ª colocação

Parede falsa escondia respiradores novos em hospital dizem funcionários

Em Ribeirão Preto menos de 1% do dinheiro enviado pelo gov. Federal foi usado, estados com respiradores comprados em adega, e proibição do tratamento precoce. A morte é um grande negocio.
- PUBLICIDADE -