InícioEconomiaVendas no varejo da região de Ribeirão Preto devem subir 7% em...

Vendas no varejo da região de Ribeirão Preto devem subir 7% em junho, mês do Dia dos Namorados, aponta projeção da FecomercioSP

- continua após a publicidade -

De acordo com as projeções da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), em junho, mês do Dia dos Namorados, o comércio varejista da região de Ribeirão Preto deve faturar R$ 3,0 bilhões, alta real de 7% na comparação com mesmo mês de 2016. As vendas do varejo paulista devem crescer 3% na mesma base comparativa.

O possível crescimento nas vendas do varejo em junho, segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, significa que as turbulências observadas no âmbito político, ao menos até este mês, não irão comprometer a trajetória de recuperação do movimento varejista observada até o momento. Portanto, a combinação positiva de elementos determinantes do consumo, como a queda notória da inflação, o ciclo de cortes na taxa básica de juros e a elevação na renda agrícola por causa do forte aumento de exportações de commodities (onde São Paulo tem grande presença) acabam por fundamentar a observada melhoria nos indicadores de confiança dos consumidores, gerando, assim, um ambiente favorável ao crescimento das vendas.

Segundo a análise da FecomercioSP, a influência do Dia dos Namorados sobre o desempenho geral do comércio é menor quando comparado ao Dia das Mães, segunda melhor data para o setor, porque muitos casais preferem celebrar esse dia em bares, restaurantes, hotéis e motéis, abrindo mão dos presentes. De acordo com a assessoria técnica da Federação, é muito complexo aferir a real contribuição das vendas decorrentes de uma data comemorativa, mas ao avaliar os resultados históricos das sondagens feitas pela Entidade, fica evidente a preferência dos consumidores por itens de vestuário e calçados, perfumes e cosméticos, joias e bijuterias, além de bombons e flores na hora de presentear.

Delegacia Regional Tributária Ribeirão Preto

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Aguaí, Águas da Prata, Altinópolis, Aramina, Barretos, Barrinha, Batatais, Bebedouro, Brodowski, Caconde, Cajuru, Casa Branca, Cássia Dos Coqueiros, Colina, Colômbia, Cravinhos, Cristais Paulista, Divinolândia, Dumont, Franca, Guaíra, Guará, Guariba, Guatapará, Igarapava, Ipuã, Itirapuã, Itobi, Ituverava, Jaborandi, Jaboticabal, Jardinópolis, Jeriquara, Luiz Antônio, Miguelópolis, Mocóca, Monte Azul Paulista, Morro Agudo, Nuporanga, Orlândia, Patrocínio Paulista, Pedregulho, Pitangueiras, Pontal, Pradópolis, Restinga, Ribeirão Corrente, Ribeirão Preto, Rifaina, Sales Oliveira, Santa Cruz da Esperança, Santa Rosa de Viterbo, Santo Antônio da Alegria, São João da Boa Vista, São Joaquim da Barra, São José da Bela Vista, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, São Simão, Serra Azul, Serrana, Sertãozinho, Taiaçu, Taiúva, Tapiratiba, Taquaral, Terra Roxa,Vargem Grande do Sul, Viradouro.

Sobre a FecomercioSP

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Congrega 156 sindicatos patronais e administra, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A Entidade representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes. Esse universo responde por cerca de 30% do PIB paulista – e quase 10% do PIB brasileiro – gerando em torno de 10 milhões de empregos.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Colégio Metodista suspende atividades em Ribeirão Preto

Instituição contava com 122 anos de atuação na cidade encerra atividades por conta da situação financeira da instituição de ensino. A economia vemos depois.

O fundo do posso sem fundo: Fiocruz indica atenção com dengue

Períodos chuvosos atrelados ao calor são favoráveis à proliferação do Aedes aegypti, que é também transmissor do vírus da zika e chikungunya.

Mãe do presidente Jair Bolsonaro morre aos 94 anos

De Uma família humilde do interior de São Paulo, dona Olinda, partiu mas pode ver os feitos do filho. Nossos sentimentos ao @jairmessias.bolsonaro

Coronavac é liberada e SP confirma dose para crianças em até 3 semanas

Eles garantem que o medicamento é seguro, e casos de mortes não são relacionados com a picada salvadora. Se ele garante nós acreditamos na ciência.

Criança de 10 anos infartou depois da picada mas o motivo não foi a vacina

Prefeitura diz que criança teve parada cardíaca após vacina, mas estado rapidamente concluiu que criança tinha doença rara no coração que os pais não sabiam. E nós acreditamos no trancarua
- PUBLICIDADE -