Início Economia Trabalhadores e empresários pedem planejamento das autoridades em Ribeirão Preto

Trabalhadores e empresários pedem planejamento das autoridades em Ribeirão Preto

Em carta aberta, entidades apontam propostas objetivas para uma colaboração mútua no enfrentamento da pandemia do Covid-19

- continua após a publicidade -

Entidades que representam trabalhadores e empresários de Ribeirão Preto e região divulgaram uma carta aberta às autoridades apresentado propostas e solicitando que o enfrentamento ao Covid-19 seja articulado e coordenado entre a União, os Estados e os municípios, a fim de alcançar eficiência nas tratativas das crises de saúde e sócio-econômica já instaladas pela pandemia.

“Esperamos que os entes federativos se unam e convoquem a sociedade brasileira para uma grande mobilização permanente de enfrentamento do novo coronavírus e da crise provocada pela pandemia”, explica Dorival Balbino, presidente da ACIRP.

O documento apresenta sete propostas objetivas para uma colaboração mútua.

As indicações visam, sobretudo, uma reflexão para que sejam estabelecidos diálogos entre as classes e a elaboração de protocolos específicos para cada setor, e que isso possa ser dimensionado para curto, médio e longo prazos.

As entidades alertam sobre a mudança do comportamento social necessária nas cadeias de produção e distribuição e para a urgente necessidade de valorização do pensamento científico nas áreas médicas, econômicas e sociais.

“Acredito que o caminho mais sensato para enfrentarmos essa crise é alinharmos as ações de retomada econômica, com as medidas de cuidado e responsabilidade das pessoas, mesmo porque teremos que continuar a enfrentar esse desafio no médio e longo prazo”, conclui Guilherme Feitosa, diretor do Ciesp.

De acordo com a presidente do Sincomerciários, Regina Pessoti Zagretti, a união é de suma importância neste momento.

arquivo

“Estamos preocupados com tudo que está acontecendo, pois capital e trabalho caminham juntos. Diante das incertezas e da falta de estímulo ante aos fatos políticos, é de extrema importância a colaboração mútua, a união”, aponta.

Assinam a carta aberta: ACIRP (Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto); Casa do Contabilista de Ribeirão Preto; Regional de Ribeirão Preto do CIESP (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo); Sincomerciarios (Sindicato dos Empregados no Comércio de Ribeirão Preto); SinSindtur (Sindicato de Turismo e Hospitalidade de Ribeirão Preto); Sinprafarma RP (Sindicado dos Empregados no Comércio Atacadista e Varejista de Farmácias; Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de Ribeirão Preto; Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis de Ribeirão Preto e Região.

arquivo

Propostas de enfrentamento

  • Planos flexíveis de curto, médio e longo prazos. Devem ser flexíveis e monitorados permanentemente, adequando-se à evolução do conhecimento, tendo por base as ciências da saúde e também conhecimentos das engenharias e das ciências sociais para aplicar na proteção das pessoas e no comportamento individual e coletivo. 
  • Trabalhar o “como” flexibilizar como caminho para o “quando”. Iniciar a discussão de como flexibilizar a economia, com base na adoção de EPIs e higienização, adoção de tecnologias e processos que ampliem a proteção à saúde como: turnos diversificados, mobiliários, equipamentos e layouts. Com protocolos obrigatórios quando a situação exigir.
  • Soluções diferentes para realidades diferentes. Reduzir o impacto sobre a sociedade e poderes públicos, levando em conta as diferenças entre setores empresariais, porte das empresas e das cidades e suas regiões. Nesse aspecto, o Decreto 101/2020 da Prefeitura de Ribeirão Preto está alinhado com a realidade da cidade e pode ser utilizado como um modelo para um primeiro passo na flexibilização.
arquivo
  • Coordenação regional das medidas. Há um grande movimento de trabalhadores e consumidores dentro da microrregião e as estruturas de saúde do SUS são compartilhadas e obedecem à mesma regulação.
  • Comportamentos e protocolos X mobilização social. Planos e estratégias baseados na regra do “ao me proteger eu te protejo e ao se proteger você me protege”. Escolas, empresas, órgãos públicos e entidades da sociedade civil podem e devem apoiar as ações de mobilização social com vistas a reduzir a propagação do coronavírus.
  • Aprender com outras cidades e países. Incorporar e adaptar os exemplos de combate do Covid-19 em outras cidades, estados e países valendo-se de que as entidades da sociedade civil estão abertas a ajudar na construção desses protocolos setoriais.
  • Medidas de apoio para manutenção das empresas e empregos. Preservar as empresas para que, no momento da retomada, elas tenham saúde suficiente para voltar a produzir e empregar. Que os órgãos governamentais se debrucem sobre o problema buscando maior eficiência e eficácia nas medidas de modo que elas atinjam seus objetivos de a impedir que milhões de empresas e empregos deixem de existir.
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Confira a carta aberta na íntegra: https://cutt.ly/PyOfN3Q

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Terceiro titulo da temporada: Palmeiras vence a copa do Brasil

Gols de Wesley e Gabriel Menino confirmaram a 3ª conquista do Alviverde na temporada. Antes, venceu o Paulistão e a Libertadores

Doria entra com queixa-crime contra vizinha que gravou vídeo

Doria nega e a mulher que gravou vídeo se diz ameaçada por ele ( veja o vídeo). Do ditadorzinho não pode-se esperar a verdade.

República Tcheca autoriza o uso da ivermectina no combate da covid-19

Esta semana publicamos que o Japão também autorizou uso do medicamento para a mesma finalidade. Link na matéria

Em breve na cidade de Serrana não ocorrerá mais casos de Covid

Até sábado (6), 17.968 voluntários receberam doses pela penúltima fase do estudo, que segue neste domingo (7).

Dia Internacional da Mulher: Exames que toda mulher precisa fazer

O Dia Internacional da Mulher lembrado em 8 de março é importante para celebrar as lutas, conquistas e méritos das mulheres de todo o mundo.
- PUBLICIDADE -