Início Economia Quarentena: Por prejuízos Pró-Urbano cobra R$ 7,8 milhões da prefeitura

Quarentena: Por prejuízos Pró-Urbano cobra R$ 7,8 milhões da prefeitura

A quarentena atingiu fortemente os pequenos e micro empresários que devem se unir e agir da mesma forma que a Pró-Urbano, por prejuízos

- continua após a publicidade -

A disputa entre Prefeitura de Ribeirão Preto, consórcio Pró-Urbano e Transerp teve mais um capítulo na última sexta-feira.

Com a diminuição dos passageiros devido a quarentena, a empresa afirma que é obrigação do município arcar com os prejuízos gerados.

Com a falta dos recursos que deveria receber, a Transerp se viu obrigada a atrasar o salário de seus funcionários. No mês passado, apenas 40% da remuneração foi paga aos colaboradores.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Tendo em vista que as empresas do transporte coletivo, não passam nem perto das dificuldades que os pequenos e micro empresários tem enfrentado, o caminho esta aberto para que estes se unam em associação ou grupos e solicitem na justiça a contra partida por prejuízos.

A obrigação de manter seus custos fixos, como aluguel, internet, agua, energia eletrica entre outros, muitos empresarios já estão no vermelho e tantos outros fecharam seus negocios, matando sonhos de anos.

A irresponsabilidade dos governantes, que usando uma pandemia como muleta, fazem uso desta com fins políticos e com vantagens próprias.

Com informações de Thaty.com

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Como funciona a ‘vaquinha eleitoral’

Modalidade permite que pessoas físicas ajudem a financiar campanhas desde a pré-candidatura. Conheça as regras

Igrejas podem voltar a abrir. Saiba mais

Só faltou colocarem os "cientistas" para celebrarem os cultos e missas, mas eles já foram colocados no lugar de Deus na atual administração

Taxa de transmissão da covid-19 no Brasil cai para 1,01, diz estudo

O estudo britânico mostra queda com relação à semana anterior. O relatório do Imperial College trouxe nesta semana dados sobre 69 países

Período eleitoral para órgãos públicos começa a valer neste sábado, 15 de agosto

A partir do dia 15 de agosto, as publicidades e propagandas de órgãos públicos municipais, como a Prefeitura, suas secretarias e autarquias, além da Câmara Municipal, estarão suspensas

Stone abre vagas de emprego inclusive Ribeirão Preto

Fintech retoma busca de talentos para integrar o time comercial
- PUBLICIDADE -