Início Economia Pizzaria do Rio demite e diz que governo pagará rescisão

Pizzaria do Rio demite e diz que governo pagará rescisão

Segundo a advogada trabalhista Juliana Bracks, um artigo da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) diz que o governo será responsável pelo pagamento da indenização se a empresa provar que demitiu por força maior

- continua após a publicidade -

Funcionários da pizzaria Parmê, que tem mais de 30 lojas na cidade do Rio de Janeiro, dizem que a empresa demitiu profissionais e não pagou todas as verbas rescisórias. Segundo os trabalhadores, a empresa alegou que estava amparada pela lei e que o governo pagaria o que ficou faltando.

Segundo a advogada trabalhista Juliana Bracks, um artigo da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) diz que o governo será responsável pelo pagamento da indenização se a empresa provar que demitiu por força maior, por causa de

“ato de autoridade municipal, estadual ou federal, ou pela promulgação de lei ou resolução que impossibilite a continuação da atividade”.

No entanto, ela destaca que a empresa precisa provar que não houve oportunismo e que era impossível continuar funcionando em função das medidas para combater a pandemia de coronavírus.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

‘PESSOAS VÃO MORRER DE FOME COM LOCKDOWN,’ DIZ SECRETÁRIO DE DORIA

Jean Gorinchteyn afirmou em entrevista, que é contra a decretação do “lockdown” em todo o Brasil como tentativa de conter o avanço da Covid-19.

Ribeirão Preto: Algumas lutas fazem um mundo melhor!

Neste Dia Internacional da Mulher, o Banco de Sangue de Ribeirão Preto celebra com todas as mulheres as conquistas alcançadas

Todo sofrimento do torcedor voltou em 2021. Botafogo perde em casa

O Pantera volta a campo na segunda-feira (8), quando enfrenta a Ferroviária, às 19h, na Arena Fonte Luminosa

Curso de Espanhol é oferecido gratuitamente na Funtec

Fundação inicia nova turma com o objetivo de oferecer oportunidade de formação para os alunos encararem o mercado de trabalho

Rede Municipal inicia aulas on-line na próxima segunda-feira

Alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental, EJA e Educação Especial terão o suporte e as ferramentas necessárias para o início das atividades
- PUBLICIDADE -