Início Economia Governador João Doria confisca valores de servidores aposentados e pensionistas

Governador João Doria confisca valores de servidores aposentados e pensionistas

Considerando os impostos, o desconto a partir desta nova contribuição pode chegar a 20% do benefício.

- continua após a publicidade -

Mais um duro golpe para o servidor público: o Decreto nº 65.021, assinado pelo governador do Estado de São Paulo, João Doria, em 19 de junho, estabelece contribuições obrigatórias para quem recebe entre R$ 1.045,00 e R$ 6.101,60 mensais, valores que antes estavam isentos.

Considerando os impostos, o desconto a partir desta nova contribuição pode chegar a 20% do benefício.

Trata-se de uma derrota para servidores públicos aposentados e pensionistas, além e representar total desrespeito com quem se dedicou a vida inteira por um estado melhor. E, pior: a medida perversa afeta, especialmente, aqueles que recebem menos. Em linhas gerais, o decreto do governador paulista representa confisco à aposentadoria dos servidores.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Como pretexto, João Dória alega que o recolhimento/confisco ajudará a cobrir os déficits no regime de previdência no funcionalismo do estado.

A São Paulo Previdência (SPPrev) informa que o saldo negativo é de R$ 9,7 bilhões, considerando apenas o período entre janeiro e maio deste ano.

Os dados da SPPrev fariam sentido se não fosse a péssima gestão das contas públicas no Estado de São Paulo, como mostra levantamento do Sindicato dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo (Sinafresp). Apenas em 2020, a renúncia fiscal sobre a cobrança de ICMS às empresas soma R$ 17,4 bilhões.

Faltam recursos, mas sobra incompetência para equilibrar as despesas do estado.

Não podemos aceitar tal abuso. O Brasil é o único país do mundo que continua cobrando contribuição previdenciária de servidores aposentados. Uma nova arrecadação representa mais um castigo, principalmente num momento em que muitos estão vulneráveis devido à pandemia, que já vitimou milhares de idosos, a maioria deles, no Estado de São Paulo.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP) repudia qualquer medida que prejudique o funcionalismo, e, por meio do seu corpo jurídico, protocolou no Tribunal de Justiça de São Paulo uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra o Decreto nº 65.021. Seguiremos firmes na defesa e valorização do servidor público.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Iguatemi anuncia 1ª edição do projeto Iguatemi Kids por O Pequeno Colecionador

A iniciativa tem o objetivo de conectar as famílias por meio da cultura e do fazer artístico.

Ribeirão Rodeo Music anuncia data da edição 2021 e programação com grandes nomes do universo sertanejo

O evento, que acontecerá entre os dias 17 e 24 de abril, terá Marília Mendonça, Zé Neto & Cristiano, Gusttavo Lima entre outras atrações de destaque

Pelé representou “o talento absoluto do futebol brasileiro”

Aniversário do Pelé: rei do futebol completa 80 anos neste dia 23 de outubro

Apoiado pelo Papa Francisco, Cartórios de São Paulo registraram quase 24 mil uniões civis homoafetivas

Os números divulgados pelo IBGE mostram que os casamentos homoafetivos vem aumentando ano a ano desde sua regulamentação, com crescimento ainda mais considerável nos últimos anos

Vanderley Caixe (PC do B) tem candidatura cancelada

Essa foi a terceira impugnação imposta pela Justiça Eleitoral.