InícioEconomiaCargos extintos custam R$ 8,2 bilhões aos pagadores de impostos

Cargos extintos custam R$ 8,2 bilhões aos pagadores de impostos

O funcionalismo público abriga de datilógrafos, telegrafo a ascensoristas. Imagine contratar alguém por 30 anos sem poder demitir essa pessoa.

- continua após a publicidade -

Imagine contratar alguém por 30 anos sem poder demitir essa pessoa.

Pense, agora, que a profissão dela pode deixar de existir em menos de três décadas. É o que ocorre no funcionalismo público brasileiro, que abriga “ascensoristas”, “classificadores de cacau”, “operadores de computadores”, entre outros cargos obsoletos.

No momento há 3 mil datilógrafos no serviço público federal; custaram R$ 400 milhões ao contribuinte em 2020. Ao todo, há cerca de 70 mil funcionários ocupando cargos que foram extintos. Seu custo é de R$ 8,2 bilhões por ano, informou o jornalista J.R. Guzzo, em artigo veiculado por Oeste.

arquivo

“A reforma administrativa está travada. Mas será que não se pode mexer nem nessa história das profissões que não existem mais? Não, não pode, dizem a esquerda e os centristas-equilibrados-social-democratas. E deixar assim como está, mas mudar para os novos contratados, pelo menos? Não, também não pode. Não pode nada. Não insista, senão você ainda acaba na CPI da Covid, levando pancada da turma que defende ‘a vida’ e que não pode nem ouvir falar em reforma administrativa”, acrescentou o jornalista, no artigo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Colégio Metodista suspende atividades em Ribeirão Preto

Instituição contava com 122 anos de atuação na cidade encerra atividades por conta da situação financeira da instituição de ensino. A economia vemos depois.

O fundo do posso sem fundo: Fiocruz indica atenção com dengue

Períodos chuvosos atrelados ao calor são favoráveis à proliferação do Aedes aegypti, que é também transmissor do vírus da zika e chikungunya.

Mãe do presidente Jair Bolsonaro morre aos 94 anos

De Uma família humilde do interior de São Paulo, dona Olinda, partiu mas pode ver os feitos do filho. Nossos sentimentos ao @jairmessias.bolsonaro

Coronavac é liberada e SP confirma dose para crianças em até 3 semanas

Eles garantem que o medicamento é seguro, e casos de mortes não são relacionados com a picada salvadora. Se ele garante nós acreditamos na ciência.

Criança de 10 anos infartou depois da picada mas o motivo não foi a vacina

Prefeitura diz que criança teve parada cardíaca após vacina, mas estado rapidamente concluiu que criança tinha doença rara no coração que os pais não sabiam. E nós acreditamos no trancarua
- PUBLICIDADE -