InícioEconomiaAzul vai retomar voos de Ribeirão para Campinas

Azul vai retomar voos de Ribeirão para Campinas

Cumprindo todos os protocolos de higiene e oferecendo alternativas a quem precisa continuar se locomovendo, a Azul vai adicionar novos voos

- continua após a publicidade -

Cumprindo todos os protocolos de higiene e oferecendo alternativas a quem precisa continuar se locomovendo, a Azul vai adicionar novos voos diretos e retomará a operação em cinco cidades do país no próximo mês.

Ribeirão Preto será uma dessas cidades, com voos diretos e diários para Campinas, principal centro de conexões da Azul no país, a partir de 10 de junho. Com essas e outras ampliações, a Azul deve chegar a 168 decolagens em dia-pico no mês de junho.

As passagens já estão disponíveis em todos os canais oficiais da companhia.   

Saindo de Ribeirão, os voos da companhia acontecerão todos os dias, com exceção de sábado, e serão cumpridos com as aeronaves modelo ATR 72-600, com capacidade para até 70 Clientes.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Em Campinas, os Clientes terão conexões para todas as regiões do Brasil, com ligações, por exemplo, para Rio de Janeiro, BH, Curitiba, Vitória, Florianópolis, Foz do Iguaçu, Navegantes, Porto Alegre, Brasília, Belém, Manaus, Cuiabá, Recife e Salvador, além dos destinos internacionais da Azul.

Com as inclusões e a retomada da assistência pelo modal aéreo, mais cidades do país voltam a ser conectadas com a malha doméstica e internacional da companhia, o que contribui para o transporte de cargas importantes, como as de medicamentos e equipamentos de proteção individual, assim como de Clientes que necessitem viajar e profissionais de saúde.

“Existe um tráfego de pessoas que precisam do transporte aéreo para se locomover, principalmente de médicos, agentes públicos e outras categorias também. A necessidade de logística é muito necessária neste momento, principalmente porque muitas cidades ainda estão desconectadas pelo modal rodoviário. Adotando os protocolos sanitários e garantindo a segurança de nossos Clientes, estamos ampliando a quantidade de voos e cidades de nossa malha conforme a necessidade”, pontua André Mercadante, gerente geral de planejamento de malha da Azul.

Limpeza reforçada e medidas de higiene a bordo

Desde o início da pandemia, a Azul reforçou a limpeza de suas aeronaves a cada voo e à noite, seguindo os protocolos sugeridos pela IATA.

A companhia também foi a primeira do país a tornar obrigatório o uso de máscaras por Tripulantes e Clientes, tanto a bordo quanto em solo. Em outra iniciativa pioneira, a Azul passou a medir a temperatura dos Tripulantes a cada início de turno, aumentando a confiança em solo e a bordo e preservando a vida e a segurança de todos.

Kits com luvas, álcool em gel e lenço umedecido abastecem os aviões a cada novo voo e estão à disposição para uso dos Clientes e dos Tripulantes da Azul quando necessário.

A companhia também tem utilizado descontaminantes bactericidas que contam com um princípio ativo que elimina o vírus da COVID-19 em 99,99% dos casos.

Com o produto e a limpeza dupla nos assentos, mesinhas, bolsão, banheiros, encosto de cabeça, cinto de segurança, janela, paredes e compartimentos superiores, a Azul vem atendendo todas as normas de procedimento de limpeza e desinfecção sugeridas pela Anvisa. 

Segue, abaixo, a malha prevista:

Campinas (VCP) – Ribeirão Preto (RAO)

*NOVO MERCADO: a partir de 10 de junho**

OrigemSaídaDestinoChegada Frequência
Campinas14:00Ribeirão Preto15:05Exceto aos sábados
Ribeirão Preto15:45Campinas16:45Exceto aos sábados

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

O fundo do posso sem fundo: Fiocruz indica atenção com dengue

Períodos chuvosos atrelados ao calor são favoráveis à proliferação do Aedes aegypti, que é também transmissor do vírus da zika e chikungunya.

Mãe do presidente Jair Bolsonaro morre aos 94 anos

De Uma família humilde do interior de São Paulo, dona Olinda, partiu mas pode ver os feitos do filho. Nossos sentimentos ao @jairmessias.bolsonaro

Coronavac é liberada e SP confirma dose para crianças em até 3 semanas

Eles garantem que o medicamento é seguro, e casos de mortes não são relacionados com a picada salvadora. Se ele garante nós acreditamos na ciência.

Criança de 10 anos infartou depois da picada mas o motivo não foi a vacina

Prefeitura diz que criança teve parada cardíaca após vacina, mas estado rapidamente concluiu que criança tinha doença rara no coração que os pais não sabiam. E nós acreditamos no trancarua

Nogueira esqueceu? Site e redes sociais da prefeitura não fizeram qualquer menção a data

Prefeitura não programou qualquer evento, não fez menção a data, simplesmente não lembraram a data.
- PUBLICIDADE -