InícioEconomiaADAPTAÇÃO Home office é destino de muita gente que perderá o emprego

ADAPTAÇÃO Home office é destino de muita gente que perderá o emprego

Uma projeção feita por corretora de valores, aponta que o desemprego salta de 11,6% para até 19%. O impacto negativo é inevitável.

- continua após a publicidade -

Uma projeção feita por analistas da CM Capital, uma das maiores corretoras independente de valores do País, aponta que o desemprego no Brasil irá chegar, entre os meses de julho e setembro, a um taxa que pode variar de 16% a 19%.

O último índice de desemprego registrado pelo IBGE ficou em 11,6%, referente ao trimestre de dezembro a fevereiro, portanto, período ainda fora do impacto da pandemia.

De acordo com sondagem feita pela Associação Comercial, Industrial e Serviço do Estado de Goiás (Acieg), com cerca de 100 empresários, com apenas dez dias de imposição de medidas de isolamento por parte do Estado 23% dos entrevistados afirmaram que já precisaram fazer demissões.

arquivo


Por isso o home office, que ficou mais comum nestes tempos de pandemia, pode ser e será certamente o destinos de muitos profissionais que perderam seus empregos.

“O impacto negativo é inevitável, por isso já é bom tirarmos lições desta crise. Para sobreviver, profissionais de diversas áreas precisarão se reinventar. Serão muitos os que partirão para a consultoria, para dar aulas, para o trabalho autônomo e nestas situações é frequente que o escritório seja também sua casa”, afirma Marcelo Camorim, consultor empresarial e especialista em gestão e governança corporativa.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Dicas
Segundo ele, o home office já é algo comum em muitos países e por aqui no Brasil essa tendência foi acelerada devido às medidas de isolamento social imposta para combater o novo coronavírus.

“Devido a esse episódio da pandemia, muita gente e empresas descobriram que é possível, por meio da tecnologia, fazer muita coisa remotamente”, diz.

Mas o especialista lembra que essa nova forma de se trabalhar, embora seja uma tendência crescente, ainda exige muitas adaptações por parte da grande maioria dos profissionais.

A primeira e principal dica dada pelo consultor é a disciplina.

“Trabalhando em casa é grande a chance de perdermos o foco. Então é importante a quem se propõe a trabalhar no esquema de home office a ser rigoroso no cumprimento de horários. Tal como no ambiente laboral, é preciso cumprir horários de entrada, de saída, intervalos e também das reuniões”, explica Marcelo Camorim.

foto arquivo

Para ajudar nesse foco quando se trabalha em casa, outra sugestão dada pelo consultor é vestir-se para o trabalho, mesmo se for cumprir expediente no ambiente doméstico. Buscar ter familiaridade com as novas tecnologias digitais e de comunicação é outra dica importante dada por Camorim.

“A pessoa que, por acaso, tenha aversão à tecnologia não conseguirá trabalhar em casa. Não precisa ser um gênio tecnológico, mas dominar algumas ferramentas de comunicação digital é fundamental, como os programas de teleconferência e aplicativos de compartilhamento de documentos. Hoje com a internet de alta velocidade é possível realizar cursos, seminários e conferência totalmente de forma online”, destaca o executivo. 

Por fim, outra dica dada pelo especialista é quanto ao espaço.

arquivo

“Essas novas tecnologias que temos a disposição nos possibilitam montamos um escritório em qualquer lugar. Um celular, um notebook e internet e pronto você já pode começar. Porém, ter um lugar na casa específico para o home office também ajuda muito para se ter o foco necessário”, ressalta Camorim.

foto ebc

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Campeonato Esportivo movimenta mais de mil alunos das escolas municipais

Cirem será realizado até a 2a quinzena de dezembro

Assistência Social realizará “V Caminhada Mulher Maravilha” neste domingo

Evento promovido pelo NAEM acontece em referência aos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres

Projeto Guri está com inscrições abertas

Crianças e adolescentes de seis a 18 anos podem aprender a tocar um instrumento musical, sem a necessidade de conhecimento prévio

Fogos de artifício: veterinário explica como proteger os animais durante as comemorações

Especialista explica as possíveis reações dos pets e o que pode ser feito para amenizar o pânico e transtornos causados pelas explosões

Shopping Iguatemi Ribeirão Preto lança promoção de natal “Compre e Ganhe” com sorteio de vale-compras

Empreendimento apresenta também o seu tradicional filme natalino que reforça valores como empatia e gentileza; campanha é assinada pela DAVID
- PUBLICIDADE -