InícioEconomiaACIRP divulga posição sobre PEC do teto salarial dos funcionários públicos estaduais

ACIRP divulga posição sobre PEC do teto salarial dos funcionários públicos estaduais

- continua após a publicidade -

A Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto discorda do conteúdo da Proposta de Emenda Constitucional (PEC 05), aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, que eleva o teto do funcionalismo publico paulista para R$ 30,4 mil até o ano de 2022.

A entidade entende que a medida é inoportuna diante das dificuldades econômicas pela qual passa toda a população, empresas e o próprio poder público. A ACIRP entende também que a medida beneficia apenas uma elite do funcionalismo publico e não produz qualquer impacto positivo na qualidade dos serviços prestados à sociedade.

Diante disso, a ACIRP está convidando os deputados estaduais de Ribeirão Preto, que votaram em favor do aumento do teto salarial, Leo Oliveira (MDB), Rafael Silva (PSB) e Welson Gasparini (PSDB) para um encontro com entidades e associações de classe que representam milhares de empresários e trabalhadores da cidade para que esclareçam as motivações de seus votos.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Ribeirão Preto estende abertura do comércio a partir desta sexta-feira, dia 30

Medida se antecipa ao Plano São Paulo. Veja como ficam os horários.

GCMs realizam doação de sangue em Ribeirão Preto

Ação contribuiu com o estoque de sangue do hospital São Lucas; tipos O-, O+ e A - são os mais críticos, com menos da metade das bolsas necessárias

Brasil gera 309 mil empregos formais em junho

Governo deve lançar programas para inclusão de jovens no mercado

Anvisa alerta sobre casos de Guillain-Barré após vacinação

A Anvisa explica que a SGB é um distúrbio neurológico autoimune raro, no qual o sistema imunológico danifica as células nervosas.

Covid-19: Anvisa recebe solicitação de uso de medicamento da Pfizer

Como aquele remedio proibido, este já é usado para tratamento de artrite reumatoide, artrite psoriática e colite ulcerosa. Todo dia uma novidade sobre tratamento proibido.
- PUBLICIDADE -