InícioEconomia🔍📉 Real tem o Pior Desempenho entre as Principais Moedas do Mundo...

🔍📉 Real tem o Pior Desempenho entre as Principais Moedas do Mundo 🌍💸

A moeda brasileira enfrenta desafios significativos em 2024, superando até o peso argentino em desvalorização.

- continua após a publicidade -

A moeda brasileira enfrenta desafios significativos em 2024, superando até o peso argentino em desvalorização.

Principais Pontos:

  1. Apostas Contra o Real: Fundos estrangeiros aumentaram as apostas contra a moeda brasileira.
  2. Cenário Internacional: Juros altos nos EUA atraem recursos, fortalecendo o dólar e desvalorizando o real.
  3. Questões Internas: Risco fiscal e ruídos políticos no Brasil aumentam a desvalorização.

Desempenho do Real em 2024

O real tem enfrentado um desempenho negativo significativo em 2024, com uma desvalorização de 10,48% frente ao dólar, empatando com o peso argentino como a moeda emergente com pior performance do ano. Este desempenho negativo é atribuído a uma combinação de fatores internacionais e internos.

Fatores Internacionais

  • Juros Altos nos EUA: As taxas de juros elevadas nos Estados Unidos atraem investimentos para o país, valorizando o dólar e desvalorizando o real. Atualmente, os juros nos EUA estão em 5,5%, enquanto no Brasil estão em 10,5%, um spread considerado baixo historicamente.
  • DXY e Treasuries: O índice DXY, que mede a força do dólar frente a outras moedas desenvolvidas, tem mostrado fraqueza, mas o dólar ainda se valorizou em relação ao real devido ao contexto internacional favorável ao dólar.
arquivo

Fatores Internos

  • Risco Brasil: A percepção de risco em relação ao Brasil aumentou devido a preocupações fiscais e ruídos políticos, como mudanças na meta fiscal e na presidência da Petrobras. Isso resulta em menor atratividade para investidores estrangeiros.
  • Inflação: A inflação brasileira está em alta, impactando negativamente o juro real (diferença entre as taxas de juros e a inflação), tornando os investimentos em títulos brasileiros menos atraentes.
  • Desempenho das Commodities: A queda nos preços das commodities, como petróleo e minério de ferro, também enfraquece o real, pois reduz a entrada de recursos no país.

Perspectivas Futuras

Especialistas indicam que o cenário para o real pode permanecer desafiador se os fatores de risco internos não forem controlados e se o contexto internacional continuar favorecendo o dólar. O aumento do risco fiscal e a desvalorização das commodities são elementos críticos que precisam de atenção por parte das autoridades brasileiras.


Motivação: “Resiliência em tempos difíceis é o que define o sucesso a longo prazo.”

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Assinatura: Jornalista AIELLO

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Governo Lula Suspende ou Encerra Mais de 57 mil Benefícios do INSS

Essas ações de monitoramento resultaram em um impacto financeiro de R$ 750,85 milhões, referentes a pagamentos. Isso inclui bloqueio de crédito, suspensão ou cessação de benefícios.

BC Aperfeiçoa Segurança do Pix e Define Data para Pix Automático

Para pagadores, o Pix Automático oferece uma forma de pagamento recorrente sem necessidade de autenticação a cada transação, mediante autorização prévia.

Educação de SP divulga datas do Provão Paulista Seriado 2024

Para a 3ª série do Ensino Médio, a prova que dá acesso direto ao ensino superior será aplicada em 30 e 31 de outubro; Saresp para Ensino Fundamental também tem datas definidas

Após 12 Anos, BNDES Abre Concurso para Nível Superior com Cotas para Pessoas Negras e PcD

Este concurso oferece 150 vagas imediatas e outras 750 para formação de cadastro de reserva. O edital foi publicado nesta segunda-feira, 22 de julho, no Diário Oficial da União e está

Nipah: Causas e Sintomas do Vírus Sem Cura com Potencial Pandêmico

Não há tratamentos específicos ou vacinas para o vírus Nipah. O protocolo atual para os infectados é controlar os sintomas, como convulsões e pneumonia.
- PUBLICIDADE -