Início Diversos Não espere correspondências ou encomendas: O quebrado Correio continua em greve

Não espere correspondências ou encomendas: O quebrado Correio continua em greve

- continua após a publicidade -

O presidente dos Correios, Guilherme Campos, anunciou que a empresa passará por um forte processo de contingenciamento de despesas, para tentar reequilibrar o caixa. A estatal acumula prejuízos de mais de R$ 4 bilhões em apenas dois anos.

Mesmo correndo o risco de ficarem desempregados os funcionários são manipulados pelos sindicatos que buscam o interesse próprio e nâo de seus associados, busca uma hora no mínimo impropria para realizar uma greve.

Em assembleia realizada nesta terça-feira (2), funcionários dos Correios em Ribeirão, decidiram acompanhar o Sindicato e aprovaram a continuidade da greve, deflagrada na quinta­-feira, 27 de abril.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A proposta de acordo feita na segunda-feira (1º) pelo pre­sidente dos Correios, Guilher­me Campos, foi recusada.
Entre outros pontos, ele propôs revo­gar a suspensão das férias pelos próximos três meses, o descon­to de um dia de greve (28/04) e a compensação dos demais dias úteis em que os trabalhadores paralisaram as atividades.

A categoria não aceitou e optou aguardar uma possível nova proposta dos Correios.

Segundo o Sintect, nesta ter­ça-feira permaneceram de portas fechadas as agência Centro e da avenida Presidente Kennedy, na Ribeirânia, enquanto funciona­ram parcialmente as unidades do Monte Alegre e dos Campos Elí­seos e o centro de distribuição do Parque Industrial Lagoinha.

Em Ribeirão são 600 funcionários, apenas 250 carteiros, mas mesmo quebrado e com o custo sendo cobrado da população o sindicato exige novas contratações e fim do fechamento de agencias, mesmo que sejam deficitárias.

Este é um típico órgão publico que poderia ser privatizado e não faria a menor diferença para a população, ou melhoraria.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Com média semanal abaixo de 100 mortes, SP volta a patamar de abril

Mesmo com a quarentena mais livre, Dados da Secretaria de Saúde e do Centro de Contingência COVID-19 mostram que índice ficou em 91 óbitos na medição desta quarta

Dória dobra o ICMS para diversos setores no Estado de São Paulo para 2021

Para ajustar as contas do Estado de São Paulo em função da pandemia, o governo de João Dória já elegeu quem pagará as contas: os contribuintes e empresários.

Minions invadem o McDonald’s

Em ação inédita, a nova campanha do McLanche Feliz trará Minions e em dobro

Comércio de Ribeirão e região ganha Marketplace para atrair mais clientes, aumentar vendas e estimular a economia local

Trata-se da expansão do projeto Varejo+, iniciativa da CDL e do SINCOVARP. As duas entidades confirmam o lançamento do Shopping Center Online voltado especialmente à MEIs, micros, pequenas e médias empresas.

“Uber do ônibus” acusa Dória de tentar inviabilizar atividade e protesta em frente à sede do governo

Entre as participantes da manifestação está a Buser, maior plataforma do segmento no Brasil, cotada para se tornar, ainda neste ano, um unicórnio (nome dado às startups cujo valor alcança US$ 1 bilhão).