InícioDiversosDengue continua a crescer e casos tiveram aumento de 374% via telemedicina

Dengue continua a crescer e casos tiveram aumento de 374% via telemedicina

Além dos sintomas comuns da doença, como febre, dor de cabeça, muscular e nas articulações, cansaço e vermelhidão no corpo, é preciso estar atentos aos sinais de evolução para um quadro mais grave.

- continua após a publicidade -

Os diagnósticos de dengue via telemedicina aumentaram 374% de janeiro até o final de maio, se comparado ao mesmo período do ano passado, segundo levantamento da Conexa, maior player de saúde digital integral da América Latina. Em todo ano de 2021, foram computados cerca de 1.600 casos, quando em apenas cinco meses deste ano o número já ultrapassa 4.500. O mesmo levantamento havia sido feito no início do mês, dia 4, quando o crescimento já era alarmante, de 284%. Essa alta expressiva reflete o surto da doença no país, da ordem de 113%, em comparação com o ano passado, segundo o Ministério da Saúde. 

De acordo com Gabriel Garcez, diretor médico da Conexa, existem possíveis explicações para o surto deste ano: chuvas torrenciais que geram água parada, ambiente propício para o desenvolvimento do mosquito Aedes aegypti; os ciclos da doença, já que vêm em ondas e a última foi em 2019; e a população ter deixado de lado as medidas preventivas por estarem focadas na pandemia. “Não podemos esquecer que em 2021 o isolamento social contribuiu para o menor número de infecções, já que as pessoas se deslocaram e transitaram por menos locais.” A boa notícia é que o surto tende a diminuir com a chegada das estações mais frias do ano e a perspectiva é que acabe até o início de junho.  

Garcez pontua que, após o diagnóstico, além dos sintomas comuns da doença, como febre, dor de cabeça, muscular e nas articulações, cansaço e vermelhidão no corpo, é preciso estar atentos aos sinais de evolução para um quadro mais grave. O diretor médico reforça que cada pessoa pode ser infectada quatro vezes na vida, já que existem quatro sorotipos do vírus e após a primeira infecção, as demais costumam ser mais graves. É preciso estar alerta. “Os sintomas comuns são amplamente divulgados, mas os do agravamento não são tão conhecidos. Identificar rapidamente esses sinais pode impactar positivamente no desfecho do paciente. Caso a febre não passe, tenha dor na barriga, sangramentos e vômitos, procure um médico.” 

Para Guilherme Weigert, CEO da Conexa, o aumento da procura por telemedicina para casos de dengue reflete a mudança de comportamento da sociedade em identificar a praticidade de uma consulta online, evitando filas em pronto atendimentos. “O teleatendimento é uma forma segura de consultar um especialista sem se preocupar com aglomeração e distância geográfica. É uma ferramenta útil e eficiente para cuidar da saúde da população.”   

foto arquivo
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Cuidados e prevenção 

Evitar locais que acumulem água parada em casa em pneus, garrafas e vasos de plantas é uma medida que deve ser tomada o ano todo. Neste momento, usar repelente e instalar telas nas portas também são recomendados.  

Se já estiver com a infecção, a principal medida é se hidratar bem e fazer repouso até os sintomas cessarem. Caso ache necessário, medicamentos podem ser indicados pelo médico para aliviar as dores e o desconforto.  

Sobre Conexa    

Player de saúde digital, Conexa cuida de cerca de 20 milhões de pacientes com a parceria de 70 mil profissionais de saúde, em mais de 30 especialidades. Fundada no Rio de Janeiro, em 2016, como uma clínica de saúde voltada à atenção primária, reformulou seu modelo de negócio em 2017 e se tornou uma plataforma de telemedicina, com a missão de revolucionar o acesso à saúde de qualidade, tornando a jornada e a experiência do paciente mais fácil, segura e humanizada.    

Em 2020, adquiriu a iMedicina, desenvolvedora de software de médicos, prontuário eletrônico e líder em atração e fidelização de pacientes. Em março de 2021, uniu-se à Psicologia Viva, maior empresa de saúde mental da América Latina.   

A companhia faz parte da Saúde Digital Brasil (SDB) e tem como clientes, hospitais, operadoras de saúde, laboratórios, além de grandes instituições do varejo e do setor financeiro, como Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Magazine Luiza, Seguros Unimed, Intermédica, entre outras. Saiba mais em https://www.conexasaude.com.br/   

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Projeto “Sorri Ribeirão” vai atender pacientes que aguardam prótese dentária

Ação acontece no próximo sábado, dia 4 de fevereiro, no NGA e irá atender mil pacientes previamente agendados pela Secretaria da Saúde

Prêmio Brasil Olímpico marca anúncio de RP como sede dos Jogos da Juventude 2023

Cerimônia foi realizada na noite desta quinta-feira, 2 de fevereiro, no Rio de Janeiro

Inscrições para Concurso Público da Câmara de Sertãozinho terão início

na próxima terça-feira, dia 07 A Presidência da Câmara de Sertãozinho anunciou, recentemente, um concursopúblico para uma vaga de Analista de Licitações e Contratos.A organização,...

Sessões ordinárias na Câmara de Sertãozinho serão retomadas nesta

segunda-feira, dia 06, a partir das 18h Na próxima segunda-feira, dia 06, a partir das 18h, ocorrerá a primeira sessãoordinária da Câmara Municipal de Sertãozinho...

Programa Inclusão Produtiva tem vagas abertas

Inscrições são para cursos de higienização e manipulação de alimentos e desenvolvimento de vitrines
- PUBLICIDADE -