Início Cidades Não é piada, após furto secretária da Cultura pede socorro.

Não é piada, após furto secretária da Cultura pede socorro.

- continua após a publicidade -

Mais uma vez o Teatro de Arena, localizado no Morro do São Bento em Ribeirão Preto, foi alvo de furto na madrugada da última quinta-feira, 28. A Secretaria Municipal de Cultura não divulgou o valor do prejuízo.

A Secretária da Cultura, Dulce Neves, utilizou o seu Facebook para demonstrar a indignação com a situação. Em uma publicação no último domingo, 31, ela diz não ser a primeira vez que ocorrem problemas do tipo no Teatro de Arena.  “Não é a primeira vez que acontece e só podemos lamentar a falta de segurança no Morro do São Bento. Já solicitamos diversas vezes o policiamento e vigilância no local, mas não fomos atendidos”.

Em sua rede social a secretária escreveu:

“FURTO DE FIAÇÃO DO TEATRO DE ARENA

Fomos surpreendidos neste final de semana com a notícia de furto da fiação do Teatro de Arena.
Não é a primeira vez que acontece e só podemos lamentar a falta de segurança no Morro do São Bento.
Já solicitamos diversas vezes o policiamento e vigilância no local, mas não fomos atendidos.
Fizemos o boletim de ocorrência e aguardamos a ação dos órgãos competentes, até porque a Secretaria da Cultura mantém vigias próprios mas claramente não são suficientes para evitar tal situação.
Para piorar não temos recursos para repor os fios roubados e ainda correr o risco de novo furto.
O mesmo aconteceu com a Vila Tecnológica. ? enfim… help us Andre Tavares”

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

André Luiz Tavares, mencionado na publicação de Dulce Neves, é superintendente da Guarda Civil Municipal e respondeu na própria publicação que atenderia ao pedido da secretária para intensificar o patrulhamento na região. O pedido público de ajuda de Dulce Neves, compartilhada por Pedro Leão (diretor do Teatro de Arena), através das redes sociais é como admitir a incapacidade na gestão dos bens públicos pela Prefeitura de Ribeirão Preto. Se a prefeitura que tem a Guarda Municipal para cuidar dos espaços públicos como principal função não consegue evitar que um dos principais patrimônios da cidade seja atacado, o que a população deve fazer? Infelizmente não temos como recorrer ao Chapolin Colorado.

É como se a Secretaria de Obras passasse a fazer Boletim de Ocorrência por danos em seus veículos causados pelos buracos das ruas na cidade, ou então a Prefeita reclamar com o Secretario da Saúde por demora no atendimento em um posto médico.

As praças da periferia tem fios roubados constantemente e a população que mora no entorno ou que poderiam fazer uso destes espaços só podem reclamar e lamentar; mas estes com razão, pois pagam o salário dos que estão no poder e que deveriam zelar pelo patrimônio.

A população precisa de ações efetivas para prevenção e punição dos responsáveis pela danificação do bem público, maior cuidado e zelo por parte da Prefeitura com a cidade evitaria a necessidade de um pedido público de “socorro”. Ribeirão Preto passa por momentos de abandono, o que nos faz lamentar, nem o Teatro Pedro II, que tem agenda cheia durante todo o ano, tem sido cuidado como deveria, como mostra nossa denuncia sobre a cascata no interior do Teatro.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Nos resta esperar que os reparos sejam feitos, afinal, faz pouco tempo que o Teatro de Arena passou por longas reformas e foi reaberto para não ser utilizado pela população, agora não pela falta de uma programação cultural acessível ao público, mas por incapacidade administrativa.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Coca-Cola vai deixar a Ar­gen­tina e pas­sará a fun­ci­onar no Brasil

A escolha de um candidato socialista em pouco tempo transformou Argentina, que segue a passos largos de uma venezuela

A partir desta Quinta-feira(1) Ribeirão Preto recebe obra interativa

Essa escultura foi criada com base em depoimentos de 22 mulheres com câncer de mama metastático.

Doria promete vacina chinesa a partir de 15 de Dezembro

As cobaias na primeira etapa serão para profissionais de unidades públicas e privadas de saúde

Empresa de Ribeirão Preto é vendida por R$ 18,95 milhões

Nossa equipe é formada por pessoas da região e que dificilmente teriam essas oportunidades de trabalho por aqui, talvez por isso elas abracem tanto a empresa.

Shopping Iguatemi Ribeirão Preto convida para evento “Abraços Virtuais no Pátio”, pelo dia da Não Violência

Evento gratuito e realizado pela primeira vez de forma online reúne Djamila Ribeiro, Jakson Follmann, Leandro Karnal e Ruth Manus