Início Cidades Praças e monumentos que contam nossa historia

Praças e monumentos que contam nossa historia

- continua após a publicidade -

Ribeirão Preto conta com aproximadamente 200 praças públicas que são ponto de encontro da população e visitantes, além de contar um pouco de nossa historia através de seus monumentos.

As principais áreas verdes localizadas na área central são: Praça XV de novembro, Carlos Gomes, da Bandeira, Luiz de Camões, Tiradentes, Barão do Rio Branco, Francisco Schmidt e 7 de setembro.

No alto da cidade, estão localizadas as praças Arlindo Paioni, Robim Antonio Calil, Leonor de Lancaster, Salvador Spadoni e Antonio Velludo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A maior praça da cidade está situada no bairro Lagoinha – a Praça da Paz, que tem 38 mil m2.

Os Monumentos típicos.

O mais imponente monumento da cidade é aquele que homenageia o Soldado Constitucionalista de 1.932, na Praça XV de Novembro, defronte ao Theatro Pedro II, ainda na Praça XV tem a estátua de João Alves Meira Júnior, advogado, senador, fundou a CIA Cervejaria Paulista e construiu o Quarteirão Paulista.

Também tem os bustos do cientista Luiz Pereira Barreto e do líder industrial Roberto Simonsen.

os bustos do Cel. Joaquim da Cunha Diniz Junqueira e do ex-prefeito Joaquim Camilo de Mattos também figuram na Praça XV.

Na Praça da Bandeira, estão as estátuas do primeiro bispo Dom Alberto José Gonçalves e do mártir São Sebastião.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Na Praça Camões tem um monumento em homenagem a Luiz de Camões, presenteado pela colônia portuguesa.

Na Praça Rio Branco, defronte à Prefeitura Municipal, tem um busto do Barão do Rio Branco.

Na Praça Alan Kardec, no jardim Mosteiro, tem um busto em homenagem a esse lider espírita cujo nome verdadeiro é Léon Denizard Rivail.

O pai da Aviação, Santos Dumont, foi homenageado com um busto no jardim do Aeroporto Leite Lopes.

Na confluência das avenidas Independência e Nove de Julho tem um obelisco inaugurado no dia 07 de setembro de 1.922, por ocasião do centenário da Independência e da inauguração da Cia. Electro Metalúrgica de Ribeirão Preto.

Na Praça da Bíblia, no Jardim Paulista, existe um monumento aos motociclistas. Na Praça Portinari, no Alto do Morro de São Bento, existe o monumento ao Cristo Redentor. Ainda na Praça Schmidt tem o busto do Cel. Francisco Schmidt, grande cafeicultor, um dos “Reis do Café”.

Quarteirão paulista

Junto a praça XV de Novembro, no centro histórico da cidade, construído pela Companhia Cervejaria Paulista, é o retrato da pujança de Ribeirão Preto no início do século XX.

O dinheiro do café comprava quase tudo e construía prédios imponentes, testemunhas para a posteridade do poder de uma época.

Andando pela Praça XV de Novembro, o Quarteirão Paulista está logo à frente, tendo o Theatro Pedro II sobressaindo por entre os monumentos e árvores centenárias. Ao lado, há o antigo Palace Hotel, hoje transformado em Centro Cultural. Do outro, o Edifício Meira Júnior, onde funciona a choperia mais famosa do Brasil.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Desespero de juízes, políticos e empresários. Vem ai a delação de Eduardo Cunha

Se­gundo Aras, Edu­ardo Cunha apre­sentou ao todo 152 anexos, porém 92 deste total não tem re­le­vância al­guma para contar na de­lação.

Carreata EI: Dia da Saúde Emocional na Escola

No próximo dia 27/09 (domingo) Ribeirão Preto vai receber Carreata EI para celebrar o Dia da Saúde Emocional na Escola.

Torcida é liberada nos estádios do Rio

O decreto cita o retorno das torcidas nos estádios em países como Rússia, Dinamarca e Suíça para embasar a liberação.

Congresso de Líderes Cristãos – CLF terá mais uma edição para países que falam o idioma português

O preletor será o Pastor sul-coreano Ock Soo Park, o seminário terá também a participação de lideranças cristãs da américa do sul e central e haverá tradução simultânea.

Sessões de cinema drive-in realizadas em Jardinópolis ampliou corrente de solidariedade

Evento que marcou a chegada da Weclix na cidade e aconteceu em prol do Projeto de Equoterapia do Haras Manoel Leão e do Fundo Social de Solidariedade de Jardinópolis, também beneficiou o Cantinho do Céu