Início Cidades Pesquisa CNT elege Anhanguera, na região de Ribeirão Preto, como a 4ª...

Pesquisa CNT elege Anhanguera, na região de Ribeirão Preto, como a 4ª melhor rodovia do país

- continua após a publicidade -

O trecho da Via Anhanguera (SP-330) entre Santa Rita do Passa Quatro e Ribeirão Preto, administrado pela Autovias, conquistou a 4ª colocação na 21ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias, realizada pela Confederação Nacional dos Transportes. Os principais pontos avaliados foram qualidade do pavimento, sinalização,  geometria e infraestrutura de apoio, como existência de bases operacionais e postos de serviços.

Um dos mais importantes corredores comerciais e industriais do país, responsável pela ligação da capital paulista a Minas Gerais, a Anhanguera recebeu grandes investimentos da Autovias desde que a empresa – controlada pela Arteris e integrante do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo – assumiu sua administração, em 1998.

Foram sete passarelas para pedestres entre os quilômetros 291, em Cravinhos, e 316, em Ribeirão Preto, além de remodelações e implantações de dispositivos de acesso, retorno e transposição. Também são promovidas intervenções constantes de pavimento, garantindo segurança e trafegabilidade. Até o fim de seu contrato, a Autovias investirá R$ 2,142 milhões ao longo do trecho de 316,5 quilômetros sob sua administração.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O maior trevo do Brasil

 Ribeirão Preto possui o maior trevo de entroncamento viário do Brasil, chamado “Waldo Adalberto da Silveira”. A obra, conduzida pelas concessionárias Autovias e Vianorte e entregue um ano antes do prazo acordado junto à Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), eliminou a problemática interseção de tráfego que havia no local por conta da interligação irregular das rodovias Anhanguera, Abrão Assed (SP-333), Prefeito Antônio Duarte Nogueira (Contorno Sul do Anel Viário de Ribeirão Preto – SP-322) e da avenida Presidente Castelo Branco.

Com quase 12 quilômetros de extensão, o complexo recebeu investimento de R$ 120 milhões e conta com oito viadutos, 20 alças de acesso e retorno e uma passarela para pedestres com 450 metros de extensão. “O ‘Trevão de Ribeirão Preto’, como é conhecido, sem dúvida é um dos projetos mais arrojados já desenvolvidos em engenharia de tráfego no Brasil. As grandes entregas realizadas pela Autovias ao longo de quase 20 anos reforçam o compromisso da Arteris com o desenvolvimento sustentável da economia das regiões onde atua, o que está expresso em nossa boa colocação na Pesquisa CNT”, afirma Olga Cotrim, diretora-superintendente da concessionária.

Além dos 78 quilômetros de Anhanguera sob administração da Autovias, também figuram entre os 20 melhores trechos do país as rodovias Antônio Machado Sant’Anna (SP-255), entre Ribeirão Preto e Araraquara, Thales de Lorena Peixoto Júnior (SP-318), entre Rincão e São Carlos, Cândido Portinari (SP-334), que liga Ribeirão Preto a Franca, e Engenheiro Ronan Rocha (SP-345), entre Franca e Itirapuã – todas na 12ª colocação. Dessa forma, a totalidade do sistema concedido à empresa consta entre as 20 melhores rodovias do país.

 

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

 

Sobre a Arteris – A Arteris S.A. é uma das maiores companhias do setor de concessões de rodovias do Brasil em quilômetros administrados, com mais de 3.250 km em operação. Por meio de suas nove concessionárias, a Arteris administra rodovias localizadas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná, importante eixo econômico e industrial do País. A companhia é responsável pela operação de cinco concessionárias federais: Autopista Fernão Dias, Autopista Régis Bittencourt, Autopista Litoral Sul, Autopista Planalto Sul e Autopista Fluminense. Também detém as concessionárias estaduais Autovias, Centrovias, Intervias e Vianorte, que atuam no interior de São Paulo. A Arteris é controlada pela espanhola Abertis e pela canadense Brookfield e mantém programas permanentes de conscientização. Em 2016, recebeu o Prêmio DENATRAN de Educação no Trânsito, com o Projeto Escola Arteris, programa com foco na humanização do trânsito por meio da cidadania, ética e convívio social. Saiba mais: www.arteris.com.br.
Sobre a Autovias – Concessionária responsável por 316,5 quilômetros das rodovias Anhanguera (SP-330), trecho entre Santa Rita do Passa Quatro e Ribeirão Preto, Cândido Portinari (SP-334), trecho entre Ribeirão Preto e Franca,  Engenheiro Thales de Lorena Peixoto Júnior (SP-318), trecho entre São Carlos e o entroncamento com a SP-255, Antônio Machado Sant’Anna (SP-255), trecho entre Ribeirão Preto e Araraquara, e Engenheiro Ronan Rocha (SP-345), trecho entre Itirapuã e Franca. A Autovias tem sede na cidade de Ribeirão Preto. (SP), local para onde deverão ser encaminhadas todas as comunicações legais, em razão de constituir-se pessoa jurídica distinta de Arteris S.A. (sua controladora societária). A companhia mantém programas permanentes de conscientização e recebeu, em 2016, o Prêmio DENATRAN de Educação no Trânsito, com o Projeto Escola Arteris, programa com foco na humanização do trânsito por meio da cidadania, ética e convívio social. Saiba mais: www.arteris.com.br.

 

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Instituição Aparecido Savegnago promove “Circuito Cultural e Artístico

A segunda edição do evento, que começa nesta sexta-feira (02/10), às 19 horas, com transmissão gratuita, terá abertura com os jovens talentos Julia Terence e Felipe Pitoresco

MEC publica edital para 50 mil vagas remanescentes do Fies

Para se candidatar é necessário ter participado de uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010

Plano de governo do PRTB – Ribeirão Preto, Próspera e harmonica

Quando você vota em um candidato, você assina uma procuração para administrar sua rua, seu bairro, portanto pense bem em que modelo de gestão você se interessa.

Covidão: Policia cumpre 260 mandados de busca e 57 mandados de prisão por desvio da saúde

Fraude em licitações, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Adrenocromo: o que é, como é feita e toda a polêmica em torno dela

A verdade por trás de uma das substâncias mais polêmicas da atualidade