Início Cidades 170 famílias da Favela das Mangueiras assinam contratos de apartamentos

170 famílias da Favela das Mangueiras assinam contratos de apartamentos

- continua após a publicidade -

A Cohab-RP e a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano) organizam para esta terça-feira, dia 25, das 9h às 18h, na Cava do Bosque, a assinatura de contratos dos financiamentos de 170 apartamentos construídos na avenida dos Andradas. Denominado Mário Chiarello, o residencial contempla famílias que moram na Favela das Mangueiras, a ocupação mais antiga da cidade, com mais de três décadas de existência. São famílias em situação de risco social e/ou ambiental e que há muito aguardam por uma providência do setor público.

Localizados na Avenida dos Andradas nº 1.900, os apartamentos estão em prédios de quatro andares, que totalizam 170 unidades, sendo 82 com dois dormitórios e área útil de 59,27 metros quadrados e outros 88 com três dormitórios e 67,17 metros quadrados. O investimento foi de R$ 54,7 milhões.

História – Tudo começou na década de 1970, quando a favela das Mangueiras começou a se formar. Aos poucos sugiram vários becos e muitas famílias que não tinham condições de pagar aluguel se mudaram para lá. Hoje é um verdadeiro labirinto.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Em 1995, a favela foi tomando grandes proporções e foi alvo de ação do Ministério Público, que propôs ação civil pública para obrigar a prefeitura a retirar as famílias do local, promovendo a urbanização.

Somente agora, em 2017, estão sendo adotadas ações efetivas para o cumprimento do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), assinado entre Prefeitura e o Ministério Público), já que a remoção das famílias que assinarem contratos nesta terça, começa no dia seguinte, com apoio e acompanhamento da Prefeitura e Cohab.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Militares da reserva, duríssimo ataque ao STF e alertam para guerra civil (veja a íntegra do documento)

Chega! Juiz que um dia delinquiu – e/ou delinque todos os dias com decisões arbitrárias e com sentenças e decisões ao arrepio da lei

Bolsonaro confirma estender auxílio emergencial

Haverá uma quarta parcela da ajuda e que talvez ocorra até mesmo um quinto pagamento.

Empresária revoltada acusa PM de Camilo Santana (PT) de obrigá-la a entregar a bandeira do Brasil (veja o vídeo)

Segundo a mesma, coagida, ela acabou aceitando a solicitação do policial militar.

Quem nega o coronavírus e apoia o Governo é psicopata?

Quem está nessa dualidade sempre irá enxergar e entender o seu grupo como o correto, o bom e o belo

Médica desiste após um plantão: “Aquilo é um CTI de fachada”

Médica anestesista Priscila Eisembert denuncia que faltam medicamentos e exames para os pacientes.
- PUBLICIDADE -