Home » Esportes » CrossFit é esporte igualitário e adaptável para todas as pessoas

CrossFit é esporte igualitário e adaptável para todas as pessoas

Modalidade está em pleno crescimento no Brasil e possui grande aceitação

O CrossFit vem passando por um onda de popularidade em todo o mundo, no Brasil já são mais de 600 boxes (espaços dedicados ao esporte) o que coloca o país na segunda colocação do ranking mundial de países com mais espaços desse tipo, perdendo apenas para os Estados Unidos que possuem mais de 7.000 boxes espalhados pelo seu território.

Para quem enxerga a modalidade de fora, pode parecer um meio de difícil acesso e de grandes obstáculos. A surpresa de muita gente que inicia a prática do CrossFit é saber que ele é extremamente adaptável e igualitário já que não exclui ninguém devido ao porte físico, idade ou sedentarismo. Existe sempre uma adaptação possível nos exercícios.

O coach é o responsável por fazer uma avaliação prévia do aluno e montar um treino com adaptações de séries, cargas e repetições para cada tipo de aluno e também para o objetivo que cada um está buscando na prática do exercício.

De acordo com Ricardo Ros Filho, coach e sócio da CrossFit Ribeirão, a adaptação do CrossFit para os perfis diferentes de praticantes é o diferencial da modalidade. “É muito importante que os alunos sejam bem claros com os professores sobre lesões antigas, problemas de saúde e limitações para que o treino possa ser construído de uma forma mais confortável e adequada ao perfil do aluno”.

Sobre o CrossFit: é um programa de treinamento de força e condicionamento físico geral que proporciona a mais ampla adaptação fisiológica possível para qualquer tipo de pessoa, independente do grau de condicionamento físico, idade ou sexo. Gera uma maior otimização de todas as capacidades físicas como: resistência cardiorrespiratória, resistência muscular, força, flexibilidade, potência, velocidade, coordenação, agilidade, equilíbrio e precisão. 

Comente

Deixe uma resposta